Arca dos poemas por fazer

 

 

Arca de sonhos passados,

onde resguardo quem fui,

onde, recatado, me guardo.

Arca dos poemas por fazer,

desse passado permanecente,

que Ú futuro feito presente

nas brumas do poder-ser.

Porque dizer profecia

Ú dizer esperanša,

as palavras prometidas

do silencioso segredo

com que me vou semeando.