-59/-50: Júlio César

 

 

Júlio César

 

-159/-140 -139/-120 -119/-100 -99/-90 -89/-80  -79/-70 -69/-60 -59/-50   -49/-40 -39/-30 -29/-20 -19/-0

 

  Linha do Tempo  Séculos I a V

   
César desencadeia a conquista da Gália, dita Cabeluda (-58/-51 ).

Helvéticos invadem a Gália (-59).

César* reconhece Ptolomeu como rei do Egipto (-59)

César vence os helvéticos e os Suevos (-58)

Catão anexa Chipre (-58)

Campanha de César na Bélgica (-57)

Nova revolta na Judeia contra os Romanos (-57/-55)

Primeiro dos três reinos da Coreia, o reino de Sila (-57). Segue-se em -37, o de Ko Kuriô, que estabelece o budismo.

Revolta na Dalmácia (-56/-49)

César na Bretanha e nova revolta dos Belgas (-54)

Vercingetorix encabeça uma revolta generalizada na Gália (-54). Será vencido por César na batalha de Alésia (-52)  
Primeiro consulado de Júlio César (-59).

Acção de Públio Clódio tribuno da plebe, um demagogo, inimigo de Cícero e apoiante de César (-59).

Cícero é exilado por Clódio (-58). 

Pompeu (-106/-48) recebe o governo das províncias da Hispania, no âmbito do triunvirato (-56)

Segundo consulado de Pompeu e Crasso (-55). Júlio César cruza o Reno. Ocupa Paris em 8 de Julho de -52.

Pompeu governador da Espanha, Crasso da Síria e Júlio César administrador das Gálias (-54).

Revoltas em Roma; Pompeu cônsul único (-52.). Revolta geral na Gália. Clódio é morto por Mílon. Pompeu é eleito cônsul único pelo Senado. Exila Mílon.

Fim da campanha da Gália (-51). César vence os Gauleses. Mas o consulado terminara em -50, enquanto vê o de Pompeu prorrogado até -41.

Cleópatra VII rainha do Egipto (-51/-30). Nascida em -69. Filha de Ptolomeu XII. Casa com o irmão Ptolomeu XIII. Afastada, regressa em -46, graças à ajuda de Júlio César, seu amante, de quem tem um filho, Cesário. Conhece em -41 António, de quem também se torna amante. Suicida-se em -30, depois de não conseguir manipular Octávio.

César regressa à Itália do Norte (-50).  
Tito Lívio (-58 /17 d.C.)

Cícero, governador da Cilicia (-51/-50)

 

Cícero, De re publica (c.- 54/-61)

 

Idem, De legibus (c.- 52)

Cícero assume-se como defensor de Mílon, adversários de Clódio (-52).

 

Júlio César, Comentários das Guerras da Gália (-51).

Cícero, governador da Cilícia (-51/-50).  
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009