© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1075: Querela das investiduras

 

Dictatus papae

 

1073 1074 1075   1076 1077 1078 1079

 

Séculos VI a X   Linha do Tempo     Século XII

  Afonso VI, o Valente, com Leão (1065-1109) e Toledo. Será também rei de Castela (1072-1109).

Filipe I, rei de França (1060-1108)

Guilherme I, rei inglês (1066-1087)

Papa Gregório VII (1073-1085)

Começa a querela das investiduras, entre o sacerdócio e o império (1075-1077). Papa proíbe a investidura pelos leigos. Os dois gládios são hierarquizados, dado que o do papa é considerado como equivalente ao sol e o das autoridades temporais, à lua, que recebe a luz do sol, numa relação também equiparada ao dualismo alma/corpo e à imagem ouro/chumbo.

Leopoldo II de Babenberg (1075-1095).

 
Inicia-se a construção da catedral de Santiago de Compostela (1075-1122). Gregório VII, Dictatus papae*. Proibida a investidura de clérigos por poderes laicos e consagrado o direito do papa de depor o imperador.
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009