© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1143: Conferência de Zamora

 

Manuel I Comneno

 

1141 1142 1143   1144 1145 1146 1147 1148 1149

 

Século XI Linha do Tempo    Século XIII

  Afonso VII, rei de Leão e Castela (1126-1157)

Estêvão de Blois, rei de Inglaterra (1135-1154)

Papa Inocêncio II (1130-1143)

Conrado III (1138-1152)

Papa Celestino II (1143-1144)

 

Manuel I, Comneno, imperador do Oriente (1143-1180)*.

Balduíno III, rei de Jerusalém (1143-1163)

Fundação de Lubeque, ou o começo da intervenção alemã no comércio báltico, ao mesmo tempo que começa a actividade da Ordem dos Cavaleiros Teutónicos.  

 Reinado de D. Afonso Henriques

Conferência de Zamora (5 de Outubro). Afonso VII de Leão reconhece o título de rei a D. Afonso Henriques. Concede-lhe, contudo, o senhorio de Astorga, mantendo-o assim seu vassalo. Este território já havia sido doado ao conde D. Henrique. No respectivo governo, fica o alferes Fernando Cativo.

Afonso Henriques presta vassalagem ao Papa Inocêncio II, na presença do legado Guido de Vico. Assume-se como censual de Roma e como homem e cavaleiro do papa de S. Pedro.

O rei de Portugal renuncia a acréscimos territoriais, mantendo oas terras doadas a conde D. Henrique por Afonso VI. São anuladas as humilhações feitas por Afonso VII na paz de Tui.

D. Afonso Henriques, instalado em Coimbra desde 1331, presta vassalagem a Inocêncio II, colocando-se a si e ao  reino sob a protecção de S. Pedro e da Santa Sé.

(13 de Dezembro).

Morte de Ali Ibne Iúçufe e advento de Taxefine.

 

Revoltas contra o Papa em Roma que se transforma numa comuna.

 

Tradução do Planisfério de Ptolomeu.

 

Papa  Celestino II (Guido de Castelo) (1143-1144). Eleito em 26 de Setembro 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009