© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1198: Papa Inocêncio III

 

 

1188 1189 1190 1191 1192 1193 1194 1195 1196 1197 1198    1199 1200

       

 

  Filipe II, Augusto, rei de França (1180-1223)

Ricardo Coração de Leão, rei de Inglaterra (1189-1199)

Imperador Tsuchimikado no Japão (1198-1210)
Pontificado de Inocêncio III (1198-1216)

Otão IV de Brunswick (1198-1218), imperador pelos guelfos

Filipe, rei da Suábia (1198-1208), pelos Hohenstaufen.

Eleição de dois sucessores do imperador Henrique VI.

Otão IV de Brunswick (1198-1218)*, pelos guelfos, e Filipe, rei da Suábia (1198-1208), pelos Hohenstaufen.

Otão, nascido em 1176,  era filho de Henrique, o Leão, duque do Saxe e da Baviera, casado com Matilde de Inglaterra.

Eleito em 9 de Junho, há-de casar com Beatriz, filha de Filipe da Suábia, e, depois, com Maria de Brabante. A sua irmã, Gertrudes, casa, primeiro, com o duque Frederico da Suábia, e, depois, com o rei Canuto da Dinamarca.

 

Filipe da Suábia, nascido em 1177, eleito em 8 de Março, morre em 21 de Junho de 1208.

Começa a interferência da França e da Inglaterra nos negócios alemães.

Fundada a Ordem dos Cavaleiros Teutónicos por cavaleiros alemães, Ordo Sanctae Mariae Teutonicorum ou Deutscher Ritterorden. Tem por base um hospital de campanha fundado em 1189 em Acre pelos burgueses de Kubeque e Bremen.

Filipe-Augusto é derrotado em Grisors. Também perde Aire e Saint-Omer.

Conflito entre o papa e o rei Filipe Augusto (1198-1200).

Morte de Constância da Sicília. Papa Inocêncio III assume-se como tutor de Frederico. Guerra entre o papa e os alemães da Sicília.

 

Frederico I, rei da Sicília (1198-1250). Filho do imperador Henrique IV e de Constança da Sicília, filha de Roberto II. Será o imperador Frederico II (1220-1250).

Leopoldo VI de Babenberg, duque da Áustria (1198-1230).

Otokar I, duque eslavo da Boémia, da família dos Premyslidas, assume o título de rei. 
Reinado de D. Sancho I

Terceiro ano de guerra com Leão.

Doação de terras no Alentejo aos Templários

Maus anos agrícolas e fome. Prolonga-se esta crise pelos anos seguintes.

Morte da rainha D. Dulce, vítima de um surto de peste.

Combates na Beira Alta e Trás-os-Montes, contra os leoneses. Lide de Ervas Tenras em Pinhel. Morrem importantes membros da nobreza nos combates.

O Papa Inocêncio III recebe D. Sancho I sob a sua protecção.  

Pontificado de Inocêncio III (1198-1216)*.  Eleito em 8 de Janeiro. O papa, com o nome de baptismo de Lotário de Segni,  considera-se o verdadeiro imperador, como entidade que situava numa zona onde era menos que Deus, mas mais do que o homem. Entra imediatamente em conflito com Filipe-Augusto.

Vai estabelecer legados permanentes junto dos principais reis da Europa, o que lhe propicia uma rede diplomática de vigilância e controlo político.

Morte de Averróis em Marraquexe.

Fundação da Ordem da Santíssima Trindade para a redenção dos cativos, por S. João da Mata e S. Félix de Valois. Terá conventos em Santarém e Lisboa, a partir de 1218. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009