© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1302: Batalha de Courtrai

 

 

1300 1301 1302  1303 1304 1305 1306 1307 1308 1309 1310

 

  Século XIII  Linha do Tempo    Século XV

Filipe IV, le Bel, rei de França (1285-1314)

 

Eduardo I Plantageneta, rei de Inglaterra (1272-1307)

 
Osman I, sultão dos turcos (1299-1326)   Frederico II (1296-1336), rei de Aragão e da Sicília

Venceslau ou Vaclav III o Checo, rei da Hungria (1301-1305)

Revolta popular na Flandres. Massacre de franceses em Bruges Matins, ou Matinas de Bruges. Derrota dos franceses pelas milícias comunais na batalha de Courtrai (Guldensporenslag) (11 de Julho).

Primeira reunião dos États généraux du royaume,  em Notre-Dame de Paris. Aprovada a política de Filipe IV contra o papa Bonifácio VIII. Convocados em 11 de Abril. Rei manda queimar a bula.

Tratado de Caltabellota, paz entre Carlos II de Nápoles e Frederico III da Sicília (24 de Setembro). Termina a guerra desencadeada pelas Vésperas Sicilianas. 

Reinado de D. Dinis

Casamento de D. Constança de Portugal (1290-1313), filha de D. Dinis, com Fernando IV de Castela.

 
Duns Scottus em Paris.

Exílio de Dante (27 de Janeiro). Condenado à morte em 10 de Março.

 

Bula de Bonifácio VIII Unam Sanctam, onde se proclama a supremacia papal sobre os reis (18 de Novembro). Rei de França replica, apelando para um concílio geral, assumindo as teses conciliaristas, então aliadas às teses de reforço do poder real, assumidas pelo conselheiro  de Filipe o Belo Guillaume Nogaret. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009