© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1330: Guerra entre a Polónia e os teutónicos

 

 

1328  1329 1330  1331 1332 1333 1334 1335 1336 1337 1338 1339 1340

 

Século XIII  Linha do Tempo    Século XV

 

Filipe VI (Valois), rei de França (1328-1350)

 

Eduardo III, rei de Inglaterra  (1327-77)

 

David II Bruce, rei da Escócia (1329-1371)

 

Afonso IV de Aragão (1327-1336).

 

Orkhan I, sultão otomano (1326-1359) 

Stefan Uros III Decansk, rei dos sérvios (1321-1331)

Papa João XXII em Avinhão (1316-1334)

Luís da Baviera, imperador alemão (1314-1347).

João do Luxemburgo, rei da Boémia (1310-1346)

Carlos I Roberto,  de Anjou, rei da Hungria (1308-1342)

Frederico II (1296-1336), rei de Aragão e da Sicília

Ladislau I, o Breve, rei da Polónia (1306-1333)

Andrónico III Paleologo, imperador do Oriente (1328-1341)

Grão-príncipe de Moscovo Ivan I Kalita (1325-1341)

Eduardo III faz exilar a sua mãe Isabel de França*. Executa Roger Mortimer (19 de Outubro).

Guerra entre a Polónia e os cavaleiros teutónicos (1330-1332).

Valáquia, com Basarab I, derrota a Hungria na batalha de Posada (9 de Novembro).

Batalha de Kustendil. Os Búlgaros são derrotados pelos sérvios, quando ambos disputavam o vazio de poder bizantino. 

 Reinado de D. Afonso IV

 

Álvaro Pais redige em Avinhão  De Statu et Planctu Ecclesiae (1330-1332) 

Por esta data aparecem as primeiras armas de fogo.

Negociações entre Luís da Baviera e João XXII

Nicolau V é feito prisioneiro.

Marsílio de Inghen (c. 1330-1396).

S. João Nepomuceno (c. 1330-1393)

 

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009