© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1358: Jacquerie em França

 

 

 

 1350 1351 1352 1353 1354 1355 1356 1357 1358  1359 1360

 

Século XIII  Linha do Tempo    Século XV

Jacquerie. João II, le Bon, rei de França (1350-1364)

 

Carlos III, o Mau, rei de Navarra (1349-1387)

 

Eduardo III, rei de Inglaterra  (1327-1377)

 

Valdemar IV, rei da Dinamarca (1340-1375)

 

Orkhan I, sultão otomano (1326-1359) 

Stephan Uros V (1355-1371).

Papa Inocêncio VI (1352-1362)

Carlos IV, do Luxemburgo (1346-1378)

Joana I, rainha de Nápoles (1343-1382)

Frederico III, o Simples (1355-1377), rei de Aragão e da Sicília.

Luís I, o Grande, de Anjou, rei da Hungria (1342-1382)

Casimiro III, o Grande, rei da Polónia (1333-1370)

João V, Imperador do Oriente (1341-1376)

Dmitri Donskoi, grão-duque de Moscovo (1350-1389)

Jacquerie. Étienne Marcel, o chefe da revolta da burguesia de Paris, alia-se aos Jacques, sublevações dos camponeses, em França. Em 22 de Fevereiro massacra os marechais de Champagne e da Normandia, os principais conselheiros do Delfim. Em 14 de Março apoia a elevão do Delfim a regente. Em 15 de Junho Marcel é assassinado*, quando se preparava para abrir as portas de Paris a Carlos II, o Mau, rei de Navarra.

Carlos II de Navarra impõe a ordem, deixando 20 000 mortos.

Luís I, o Grande, rei da Hungria força Veneza, pelo tratado de Zara (Fevereiro), a ceder-lhe a Dalmácia.

  

 

 Reinado de D. Pedro I

Tratado de paz e amizade entre D. Pedro I e Pedro I, o Cruel, de Castela, que inclui vários casamentos entre os Infantes das duas casas reinantes (Julho).

Lei de 1 de Junho sobre contratos de compra e venda, contra os Judeus 
 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009