© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1374: Aliança de Portugal com Castela

 

 

Henrique II, rei de Castela e Leão

 

1368 1369 1370 1371 1372 1373 1374  1375 1376 1377 1378 1379 1380

 

Século XIII  Linha do Tempo    Século XV

 Carlos V, le Sage, rei de França (1364-1380)

 

Filipe o Atrevido, duque da Borgonha (1363-1404)

 

Carlos III, o Mau, rei de Navarra (1349-1387)

 

Eduardo III, rei de Inglaterra  (1327-1377)

 

Valdemar IV, rei da Dinamarca (1340-1375)


Luís I, o Grande, de Anjou, rei da Hungria (1342-1382), é eleito rei da Polónia (1370-1382)

 

Murad I, sultão otomano (1359-1389)

 

 Lazar Hrebeljanović, (1371-1429)

 

 

Papa Gregório XI (1370-1378)

Carlos IV, do Luxemburgo (1346-1378)

Joana I, rainha de Nápoles (1343-1382)

Frederico III, o Simples (1355-1377), rei de Aragão e da Sicília.

Luís I, o Grande, de Anjou, rei da Hungria (1342-1382)

João V, Imperador do Oriente (1341-1376)

Dmitri Donskoi, grão-duque de Moscovo (1350-1389)

Última perseguição contra os cátaros em Toulouse.

John of Gaunt regressa a Inglaterra.

Carlos IV adquire uma parte de Mecklemburgo (1374-1377). 

 

 Reinado de D. Fernando I

Tratado de Santarém,  aliança ofensiva entre os reis de Portugal e Castela, D. Fernando e Henrique II*, contra Pedro IV de Aragão (19 de Março).

Várias reformas administrativas, visando evitar os abusos senhoriais. 
 Ibn Khaldun começa a escrever o seu “Discurso sobre a história universal” (Kitab-a-Ibar (1374-1378)
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009