© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1375: Lei das Sesmarias

 

 

1368 1369 1370 1371 1372 1373 1374 1375  1376 1377 1378 1379 1380

 

Século XIII  Linha do Tempo    Século XV
Trégua de Bruges entre a França e a Inglaterra (27 de Junho).

Paz entre Pedro IV de Aragão e Henrique II de Castela.

Acaba a guerra de Portugal com Castela.

 

Carlos V, le Sage, rei de França (1364-1380)

 

Filipe o Atrevido, duque da Borgonha (1363-1404)

 

Carlos III, o Mau, rei de Navarra (1349-1387)

 

Eduardo III, rei de Inglaterra  (1327-1377)

 

Valdemar IV, rei da Dinamarca (1340-1375)


Luís I, o Grande, de Anjou, rei da Hungria (1342-1382), é eleito rei da Polónia (1370-1382)

 

Murad I, sultão otomano (1359-1389)

 

 Lazar Hrebeljanović, (1371-1429)

Papa Gregório XI (1370-1378)

Carlos IV, do Luxemburgo (1346-1378)

Joana I, rainha de Nápoles (1343-1382)

Frederico III, o Simples (1355-1377), rei de Aragão e da Sicília.

Luís I, o Grande, de Anjou, rei da Hungria (1342-1382)

João V, Imperador do Oriente (1341-1376)

Dmitri Donskoi, grão-duque de Moscovo (1350-1389)

Trégua de Bruges entre a França e a Inglaterra (27 de Junho). Conseguida por intermediação papal.

Morte de Valdemar IV. Querelas pela questão da sucessão.

Florença promove agitação nos Estados do papa.

Morte de Jaime II, rei de Maiorca. Joana de Nápoles, de novo viúva, casa-se pela quarta vez, desta com Otão de Brunswick. Charles Duras, em revolta, alia-se com Luís da Hungria. 

 

 Reinado de D. Fernando I

 

Paz entre Pedro IV de Aragão e Henrique II de Castela. Acordado o casamento de Leonor de Aragão com o futuro João I de Castela.

Acaba a guerra com Castela.

Eventuais Cortes de Atouguia

 

Lei das Sesmarias. Para cultivo de terras que são para dar pão. Trabalho rural obrigatório.

Celebra-se em Burgos, o contrato de casamento de Dona Isabel, filha bastarda de D. Fernando, com o Infante Afonso de Castela (Novembro).

Lançarote Pessanha é acusado de deslealdade. É-lhe confiscada a vila de Odemira que passa para Álvaro de Castro (8 de Julho).

  

Atlas catalão, possivelmente da autoria de Abraham Cresques*.  
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009