© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1409: Concílio de Pisa e mais um papa

 

Armada de Cheng Ho

 

1400 1401 1402 1403 1404 1405 1406 1407 1408 1409 1410 1408 1409   1410 1411

 

Século XIV  Linha do Tempo    Século XVI

 Carlos VI, le Fou, rei de França (1380-1422)

Henrique IV, rei de Inglaterra (1399-1413)

Eurico XIII da Pomerânia, VII da Dinamarca, tendo como regente a rianha Margarida (1397-1412)

Stefan Lazarevic (1389-1427) da Sérvia

Suleimão ou Solimão I, sultão (1403-1411). 
Papa Gregório XII  (1406-1415)

Venceslau III (1378-1410). O terceiro Luxemburgo no trono imperial

Luís I ou Ladislau, rei de Nápoles (1386-1414)

Martinho I, rei de Aragão (1396-1410)

Martinho II, o Humano (1409-1410) , rei de Aragão e da Sicília

Manuel II, Paleológo, imperador do Oriente (1391-1425).

 

Coroa da Sicília passa para o rei de Aragão. A ilha tinha sido já conquistada entre 1282 e 1294.

Martinho II, o Humano (1409-1410), rei de Aragão e da Sicília

Segunda grande expedição marítima chinesa (1409-1411)*. 

 

 Reinado de D. João I

Presença de Portugal no Concílio de Pisa.

Por inspiração do vedor da fazenda João Afonso, começa a planear-se a tomada de Ceuta, segundo Zurara. 
Jan Huss reitor da Universidade de Praga. Aliado do rei Vaclav ou Venceslau IV e do arcebispo Sbiuko von Hasenburg, defensor das teses de John Wyclif. Denuncia frades vindos de Roma que vieram a Praga vender indulgências.

Concílio de Pisa (25 de Março a 7 de Agosto).

 

Eleição do papa Alexandre V (1409-1410). Em 26 de Junho. Promete Nápoles a Luís II de Anjou.

Trata-se do arcebispo de Milão, desde 1402, o franciscano Petros Philargos. Mas Gregório IX não abdica e permanece o antipapa João XXIII, isto é três papas ao mesmo tempo. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009