© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1448: Jorge Podiebrad

 

Karl Knutsson

 

 

1438 1439 1440 1441 1442 1443 1444 1445 1446 1447 1448   1449 1450

 

Século XIV  Linha do Tempo    Século XVI

 Carlos VII, le Victorieux, rei de França (1422-1461)

Henrique VI, rei de Inglaterra (1422-1461 e 1470-1471)

Jaime II da Escócia (1437-1460)

João II de Aragão (1425-1479), rei de Navarra.

Ladislau I, o Póstumo, rei da Boémia (1439-1457)

Cristiano I de Oldenburgo rei da Dinamarca (1448-1481)

Eleito rei da Suécia Karl Knutsson* que gere o trono por três vezes: 1448-1457, 1464-1465 e 1467-1470.

Casimiro IV Jagiellon, rei da Polónia (1447-1492).

Papa Nicolau V (1447-1455)

Frederico III, Habsburgo (1440-1493)

Ladislau V, filho de Alberto de Habsburgo, rei da Hungria (1440-1457)

Afonso I (1442-1458), Rei das Duas Sicílias. Afonso V de Aragão.

 

Tropas de Carlos VII conquistam Mans (Junho).

Jorge Podiebrad conquista Praga aos católicos. É nomeado administrador do reino da Boémia, durante a menoridade de Ladislau o Póstumo.

Morte de Cristóvão da Baviera, sucedendo-lhe Cristiano I de Oldenburgo como rei da Dinamarca (1448-1481). Fundada uma nova dinastia. Será rei da Noruega a partir de 1450 e da Suécia, a partir de 1457. Mas, deste último reino, será afastado em 1471.

Fim a União de Kalmar, estabelecida em 1397. Eleito rei da Suécia Karl Knutsson* que gere o trono por três vezes: 1448-1457, 1464-1465 e 1467-1470.

Casimiro da Polónia faz acordo com Vassili II.

 

Constantino XI sucede a João VIII em Constantinopla (1448-1453). 
Reinado de D. Afonso V

D. Pedro, em fins de Julho, retira-se para Coimbra.  Claro em pensar, e claro no sentir, / É claro no querer; / Indeferente ao que há em conseguir / Que seja só obter; / Dúplice dono, sem me dividir, / De dever e de ser - / Não me podia a Sorte dar guarida / Por não ser eu dos seus. / Assim vivi, assim morri, a vida, / Calmo sob mudos céus, / Fiel à palavra dada e à ideia tida. / Tudo mais é com Deus! (Fernando Pessoa, sobre o regente).

Ganha influência junto do rei, o partido do Duque de Bragança.

Igreja russa torna-se independente de Constantinopla.  
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009