© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1480: Russos vencem Mongóis

 

 

1479 1480   1481 1482 1483 1484 1485 1486 1487 1488 1489 1490

 

Século XIV  Linha do Tempo    Século XVI

 Fernando II de Aragão, o Católico (1479-1516). Fernando III de Nápoles, Fernando V de Castela).  
 

Luís XI, rei de França (1461-1483)

 

Eduardo IV, da casa de Iorque, rei da Inglaterra (1461-1483)

 

Isabel I de Castela  (1474-1504)

Frederico III, Habsburgo (1440-1493)

 

Matias I Corvino, rei da Hungria (1458-1490)

 

Mehmed II, o Conquistador (1451-1481)

Fernando I (1458-1494), Rei das Duas Sicílias

 

Russsos vencem os Mongóis, com Ivan III

Tribunal da Inquisição começa a funcionar em Sevilha.

Luís XI ocupa Anjou.

Reconciliação dos Medicis* com Sisto IV. 

 Reinado de D. Afonso V

Ratifica-se, em Toledo, o Tratado de Alcáçovas e Portugal abandona definitivamente qualquer pretensão sobre as Canárias (6 de Março). Damião Peres diz que se trata de uma espécie de ensaio de partilha do mundo.

Convenção entre Portugal e Castela de Toledo para tratar com os Mouros (Junho).

Morte de Beatriz Silva de Menezes, fundadora da Ordem da Imaculada Conceição.

Epidemia em Portugal, mantendo-se durante dezassete anos. 
Fernão de Magalhães (c. 1480-1521)

Lucrezia Borgia (1480-1519). Filha ilegítima do papa Alexandre VI.

D. João manda alterar o escudo de armas de Portugal, tirando a cruz de Aviz e dando nova disposição aos dois escudetes laterais, que passam a apontar para baixo e não para o centro

Condestável D. Pedro, Coplas, a primeira obra impressa em Portugal (1480-1481). 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009