© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1521: Reinado de D. João III

 

 

1518 1519 1520 1521   1522 1523 1524 1525 1526 1527 1528 1529 1530

Século XV  Linha do Tempo Século XVII

1494-1559 Guerras entre os Valois e os Habsburgos

Primeira guerra de Carlos V contra Francisco I (1521-1529).

 

Francisco I, Valois, rei de França (1515-1547)

Henrique VIII, Tudor, rei de Inglaterra (1509-1547).

 

Solimão II, o Magnífico (1520-1586)

 

Carlos I de Espanha, imperador do Sacro Império (como Carlos V); rei de Aragão a partir de 1516; regente de Castela em nome da mãe entre 1516 e 1555 e rei de jure entre 1555 e 1556; unifica as duas coroas e torna-se o primeiro rei de Espanha (1555-1556).

 

Segismundo ou Zygmunt I, o Velho, Jagelão, rei da Polónia (1506-1548)

 

Cristiano II rei da Dinamarca e da Noruega, torna-se rei da Suécia (1520-1523)

 

Gustavo Vasa  (1523 a 1560).

 

Imperador Jiajing na China (até 1566)

Papa Leão X (1513-1521)

 

 Carlos V Habsburgo (1519-1530). Abdica em 1556 mas, não formalmente,  até 1558.

 

Lutero é excomungado pela bula Decet Romanum Pontificem de Leão X (3 de Janeiro).

Henrique VIII assume-se, então, contra Lutero, lançando o panfleto Assertio septem sacramentorum. O papa Leão X, agradecido, até lhe dá o título de defensor da fé.

Dieta de Worms, iniciada em 22 de Janeiro, até 25 de Maio, chama Lutero que aí comparece de 16 a 18 de Abril, fazendo importante discurso. Acaba por concluir pelo respectivo desterro com proibição da sua doutrina, conforme consta de Edicto imperial de 25 de Maio. Ordenada também a destruição dos respectivos escritos. Lutero vai para Wartburg, no Saxe, e aí traduz a Bíblia para alemão.

Funda-se no Saxe, em Allstedt,em torno de Thomas Munzer, o primeiro agrupamento de anabaptistas.

Gustavo Vasa assume-se como regente da Suécia, depondo Cristiano II (23 de Agosto). Reina de 1523 a 1560.

Conquista de Belgrado pelos turcos (29 de Agosto).

Imperador Jiajing na China (até 1566)

Cortés conquista Tenochtitlan, capital do império azteca (13 de Agosto). O Império azteca passa a ser Nova Espanha, com um capitão-geral.

 

Rebeldes espanhóis da Junta de Ávila, os comuneros, são derrotados em Villalar (23 de Abril).

 

Primeira guerra de Carlos V contra Francisco I (1521-1529). Desencadeia-se em Navarra, na Flandres e na Itália. Carlos V conquista Tournai. Sforza recupera Milão. Começa em Maio. Vitória dos franceses em Pampeluna (20 de Maio). Os franceses, sob o comando de Henri d’Albert, o exilado rei de Navarra, são depois derrotados em Esquiroz (30 de Junho). O marechal francês Odet de Lautrec é forçado a abandonar Milão (23 de Novembro).

 

Execução de Edward Stafford, duque de Buckinghan (17 de Maio). 

 Reinado de D. João III

Morte de Fernão de Magalhães (27 de Abril) e de D. Manuel I (13 de Dezembro). Magalhães descobre Guam (6 de Março) e as Filipinas (16 de Março).

D. João III sobe ao trono Fundação de um hospital para os doentes de peste, por causa da encefalite vinda  de Marrocos.

Fome.             

Henrique, filho de Afonso I, rei do Congo, regressa à pátria como bispo. O tráfico de escravos começara em 1518.

Portugueses chegam a Samatra.
Niccolo Machiavelli,   L’Arte della Guerra. Redigido entre 1515 e 1516, e publicado em 1521.

 

Melanchton, Loci Communes

Erasmo muda-se para Basileia.

Inácio de Loyola, em 20 de Maio, converte-se em fervoroso homem de religião, depois de ter sido ferido numa perna, durante o cerco dos franceses a Pamplona.

 

Edição definitiva das Ordenações Manuelinas.

 

Publicados pela primeira vez em Paris os Sermões dominicais de Santo António.

O alemão João Siberch funda a Cambridge University Press. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009