© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1535: Conquista de Tunis

 

Andrea Doria

 1528 1529 1530 1531 1532 1533 1534 1535   1536 1537 1538 1539 1540

 

Século XV Linha do Tempo Século XVII

  Francisco I, Valois, rei de França (1515-1547)

 

Henrique VIII, Tudor, rei de Inglaterra (1509-1547).

 

 

Carlos I de Espanha, imperador do Sacro Império (como Carlos V); rei de Aragão a partir de 1516; regente de Castela em nome da mãe entre 1516 e 1555 e rei de jure entre 1555 e 1556; unifica as duas coroas e torna-se o primeiro rei de Espanha (1555-1556)

 

Segismundo ou Zygmunt I, o Velho, Jagelão, rei da Polónia (1506-1548)

 

 

Solimão II, o Magnífico (1520-1586)

Papa Paulo III (1534-1549)

 

Morre Antoine Duprat.

Campanha de Carlos V contra o pirata Barba Roxa. Vitória de Andrea Doria*, em Tunis (21 de Julho) contra o pirata Khair-el-Din que, no ano anterior tinha conquistado a cidade. Assumia-se como beylerbey, isto é, o senhor dos senhores. Tem o apoio de Suleimão II.

Recomeça a guerra de Francisco I e Carlos V.

A França entende-se com Barba Roxa e assina tratado com Suleimão II, sultão otomano. As chamadas capitulações.

Conquista de Munster, o último reduto dos anabaptistas (25 de Junho). Massacre dos resistentes. O holandês João de Leyde (Jan Beukelszoon, tinha aí estabelecido uma nova Jerusalém, dita reino de Sião.

Joaquim II, Hohenzollern, eleitor do Brandeburgo (1535-1571).

Henrique VIII manda decapitar o bispo de Rochester John Fischer (22 de Junho). Thomas More é levado a tribunal, acusado de traição.

Morte do último Duque Sforza e Malião é dado por Carlos V ao filho Filipe, tornando-se apanágio da coroa espanhola.

Papa Paulo III cria o Ducado de Parma e Plasência, atribuindo-o ao seu filho natural Pier Luigi Farnésio, mantendo-se na família até 1731; uma Isabel Farnésio casa com Filipe V de Espanha e o ducado é atribuído ao filho do casal, Carlos.

Francisco Pizarro funda a cidade de Lima no Peru (6 de Janeiro). 
Reinado de D. João III

Cortes de Évora (13 de Junho). Juramento do príncipe D. Manuel como herdeiro do trono. A oração de juramento é proferida por Francisco de Melo. Votados 100 000 cruzados. Solicitada a transferência da Casa do Cível para o Porto.

Fome.

Entrega da fortaleza de Diu aos portugueses.

Fundação da fortaleza de Baçaim.

Duarte Coelho donatário do Pernambuco chega às suas terras

Pragmática contra o luxo

Papa Paulo III concede novo indulto aos Judeus portugueses (12 de Outubro).

Estabelecimento de novos colégios na Universidade de Lisboa, por Frei Brás de Barros.
Luís de Molina (1535-1600)ö1568.

Execução de Thomas More (6 de Julho)

 

Manuel de Sousa, Parecer de 1 de Janeiro de 1535

 

Francisco Faleiro, A Arte de Marear.

 

Leão Hebreu, ou Judah Abarbanel, Dialoghi di Amore.

Frei Diogo de Murça cria um curso de humanidades no Convento da Penha Longa.

Publicada a primeira Bíblia em inglês, impressa. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009