© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1536: Inquisição em Portugal

 

 

 1528 1529 1530 1531 1532 1533 1534 1535 1536   1537 1538 1539 1540

 

 

Século XV Linha do Tempo Século XVII

  Francisco I, Valois, rei de França (1515-1547)

 

Henrique VIII, Tudor, rei de Inglaterra (1509-1547).

 

 

Carlos I de Espanha, imperador do Sacro Império (como Carlos V); rei de Aragão a partir de 1516; regente de Castela em nome da mãe entre 1516 e 1555 e rei de jure entre 1555 e 1556; unifica as duas coroas e torna-se o primeiro rei de Espanha (1555-1556)

 

Segismundo ou Zygmunt I, o Velho, Jagelão, rei da Polónia (1506-1548)

Solimão II, o Magnífico (1520-1586)

Papa Paulo III (1534-1549)

 

Execução de Ana Bolena, acusada de adultério (19 de Maio). Rei casa com Jane Seymour (30 de Maio).

Dissolução dos conventos e confiscação do respectivo património, em Inglaterra (1536-1539).

Autoridade do papa é declarada nula pelo parlamento inglês (18 de Julho).

 

Terceira Guerra de Francisco I contra Carlos V (1536-1537). Rei de França conquista a Sabóia e o Piemonte; a França irá abandonar estas conquistas em 1559. Carlos V invade a Provença e cerca Marselha.

 

Jaime V da Escócia visita França.

Conselho Geral de Genebra adopta formalmente a reforma (21 de Maio). Aí se vai instalar Calvino.

 

Cristiano II da Dinamarca e da Noruega introduz o luteranismo nos seus domínios.

Capitulações de Constantinopla

Fundação de Buenos Aires por Pedro de Mendoza (2 de Fevereiro). A cidade será abandonada em 1541. Restaurada em 1580 por Juan Garay.

 

Itália Entre 1536 e 1538; Francisco I conquista a Sabóia e o Piemonte em 1536; a França irá abandonar estas conquistas em 1559.

 

País de Gales (em inglês, Wales; em galês Cymru). O território foi dominado pelos anglo-Normandos desde 1284; a partir de 1301, o filho mais velho do rei inglês passou a Príncipe de Gales; entre 1400 e 1413, houve uma revolta contra os ingleses, apoiada pela França; em 1536  foi estabelecido o Acto de União com a Inglaterra; desde 1542 que passou a aplicar-se no território o direito inglês. Ver Reino Unido

 
Reinado de D. João III

Pedro Nunes, reitor da Universidade de Lisboa (1536-1537)

Divisão do Brasil em capitanias. Fundação do Recife.

Efectivo estabelecimento da Inquisição de Estado em Portugal. Bula Cum ad nil magis, do Papa Paulo III ( 23 de Maio). Imediata inquisição em Évora. Autorizado o estabelecimento da Inquisição, com quatro inquisidores, três nomeados pelo Papa e um pelo Rei, mas com a restrição do núncio poder fiscalizar o cumprimento da bula, conhecendo os processos quando entendesse e decidindo em última instância.

Fuga maciça de cristãos-novos para o estrangeiro.

Legislação sobre a obrigatoriedade de registo de baptizados e mortes nas igreja.

Tratado de amizade e aliança entre D. João III e Francisco I rei de França. (14 de Julho).

Capitão António Galvão pacifica a ilha Ternate nas Molucas.

Chegada à Baía do primeiro donatário.
Morre Erasmo (12 de Julho de 1536).

 

Calvino, Christianae Religionis Institutio, Basileia. A primeira edição francesa é de 1541. A edição definitiva de 1560.

 

Francesco Guicciardini, Dialogo Sul Reggimento De Firenze.

 

Amato Lusitano, Index Dioscoridis

Miguel Ângelo inicia a pintura Juízo Final.

Data provável da morte de Gil Vicente. Morte de Erasmo (12 de Julho) e de Garcia de Resende.

Luteranismo na Dinamarca e na Noruega.

Papa Paulo III convoca concílio universal.

Michel Servet vem estudar medicina para Paris.

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009