© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1546: Guerra de Carlos V contra a a Liga de Smalkalde

 

 

1538 1539 1540 1541 1542 1543 1544 1545 1546   1547 1548 1549 1550

 

Século XV Linha do Tempo Século XVII

  Francisco I, Valois, rei de França (1515-1547)

 

Henrique VIII, Tudor, rei de Inglaterra (1509-1547).

 

 

Carlos I de Espanha, imperador do Sacro Império (como Carlos V); rei de Aragão a partir de 1516; regente de Castela em nome da mãe entre 1516 e 1555 e rei de jure entre 1555 e 1556; unifica as duas coroas e torna-se o primeiro rei de Espanha (1555-1556)

 

Segismundo ou Zygmunt I, o Velho, Jagelão, rei da Polónia (1506-1548)

 

 

Papa Paulo III (1534-1549)

 

Guerra de Carlos V contra a  Liga de Smalkalde  (1546-1555).

Aliança de Maurício de Saxe com Carlos V.

Paz entre a Inglaterra e a França, pelo tratado de Ardres (6 de Junho). França recupera Boulogne, em troco de pesada indemnização.

Revolta de John Knox na Escócia.

Inquisição em Nápoles.

Morte do pirata Barbarroxa.

Revolta de Nápoles contra o Vice-rei Toledo que pretendia introduzir a Inquisição.
 

Em 1546, Carlos V lança uma ofensiva contra a Liga, vencendo em Muhlberg (1547); Carlos V havia dado a um dos príncipes protestantes,  Maurício, o eleitorado do Saxe. Franceses ocupam Metz, Toul e Verdun, com o anterior apoiante de Carlos V, Maurício do Saxe no comando

Em 1552, Maurício do Saxe volta a mudar de campo e, aliado a Henrique II, rei de França, e vence em Innsbrúck. Carlos V cede na Paz de Augsburgo de 1555, onde se consagra o princípio do cujus regio, hujus religio; reconhecida aos príncipes luteranos a liberdade de culto e a propriedade definitiva das terras secularizadas pelos mesmos. Carlos V abdica em Bruxelas, em 1556; para o filho, Filipe II, fica a Espanha, os Países Baixos e o sul de Itália; para o irmão, Fernando I, o império (será eleito imperador em 1558, até 1564)

 

 

 Reinado de D. João III

Segundo cerco a Diu*. Levado a cabo pelo rei de Cambaia. Morre D. Fernando, filho de D. João de Castro. Este logo parte de Goa em auxílio dos sitiados, desbaratando os adversários.

Monta-se um sistema de adjudicação da armação e organização do transporte da carreira da Índia por contratadores.

São Francisco Xavier nas Molucas.

Protecção régia ao sobreiro, visando a construção naval.

Ponta Delgada passa a cidade.

Dominicanos começam a evangelização de Moçambique.

 

Giordano Bruno (1546-1600)

John Fortescue (m. 1476) De laudibus legum Angliae, ed. Inglesa de 1546, On the Excellence of the Laws of England

Morte de Lutero (18 de Fevereiro).

George Buchanan  professor em Coimbra em 1546, quando ainda era católico. Preceptor de Jaime Stuart, Jaime VI da Escócia e Jaime I de Inglaterra.

Desterro de Camões em Constância (1546-1548)

Concílio de Trento adopta a Vulgata Latina, isto é, a tradução oficial da Bíblia (8 de Abril).

Emitido em Espanha um índex dos livros proibidos.

Surge o Trinity College na Universidade de Cambridge.

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009