© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1572: Os Lusíadas

 

 

1568 1569 1570 1571 1572   1573 1574 1575 1576 1577 1578 1579 1580

 

Século XV Linha do Tempo Século XVII

 Carlos IX,  rei de França (1560-1574)

Isabel I, rainha de Inglaterra (1558-1603)

Jaime Stuart, como Jaime VI, rei da Escócia (1567-1625).

Filipe II, rei de Espanha (1556-1598)

Maximiliano II, imperador alemão (1564-1576).

Frederico II (Frederik II), rei da Dinamarca (1559-1588).

João III, rei da Suécia (1569-1592).

Imperador Wanli, da dinastia Ming (1572-1619)
Papa Pio V (1566-1572)

Papa Gregório XIII (1572-1585).

 

Sublevação nos Países Baixos contra o Duque de Alba. Revolta no porto de Brielle (1 de Abril).  Guilherme I de Orange é escolhido como stathouder. Converter-se-á no ano seguinte ao calvinismo

Casamento de Henri de Béarn, rei de Navarra, com Margarida de Valois, irmã do rei de França, a chamada reine Margot (18 de Agosto). Henrique IV obterá a anulação do casamento em 1599.

Massacre de Saint-Barthélemy (25 de Agosto)*.

Doutrina chiita passa a religião de Estado na Pérsia.

Francis Drake lança ataques às colónias espanholas da América.

Revolta do duque de Norfolk em Inglaterra. Tenta derrubar Isabel I e colocar no trono Maria Stuart, presa desde 1568. Outras conspirações houve e haverá, com o mesmo objectivo.

Imperador Wanli, da dinastia Ming (1572-1619)

 

 

Polónia (Polska). O nome Polónia vem do eslavo polié, significando planicie; em meados do século XVIII, o território constituía a república da Polónia, composta pelo reino da Polónia ou país da Coroa e pelo grão-ducado da Lituânia, reunidos desde 1386; a unidade política reunindo uma série de povos, desde polacos propriamente ditos a alemães, lituanos, russos e Judeus, era dominado pelos católicos que, entre 1719 e 1733, discriminaram os chamados dissidentes, isto é, os ortodoxos e os protestantes.

 

Desde 1572, quando acabou a dinastia dos Jagellons, o cargo de rei da Polónia passou a ser electivo,. sendo o primeiro titular o duque de Anjou, irmão de Carlos IX,  rei de França, que, em 1574, será  rei de França, como  Henrique III.

 

Reinado e governo de D. Sebastião

Publicação d’ Os Lusíadas (12 de Março).

Tratado de paz e amizade com Isabel I de Inglaterra.

Concluída a capela-mor dos Jerónimos. D. Sebastião concede uma tença a Luís de Camões.

Duarte Nunes de Lião faz a compilação dos regimentos dos ofícios de Lisboa.

Fim do governo de Mem de Sá no Brasil por morte deste (2 de Março). Enviado como capitão e governador o licenciado Diogo Salema.

Criadas duas capitais: na Baía e no Rio de Janeiro.

Começa a preparar-se esquadra para participação na Liga contra os turcos (Abril). Mas violenta tempestade, no dia 13 de Setembro, destrói completamente os navios preparados para avançar.

Arcebispo de Goa passa a ter o título de primaz do Oriente. 
Papa Gregório XIII (de 14 de Maio de 1572 a Abril de 1585). O italiano Ugo Boncompagni. Eleito em 13 de Maio.

D. Jerónimo Osório, De Regis Institutione et Disciplina, Lib. VIII, Lisboa, 1572

Paruta, Della perfezione della vita politica, obra escrita entre 1572 e 1579

Padre Manuel Álvares S.J., De Institutione Gramatica

Condenação de Damião de Góis pela Inquisição.

Criada a Universidade Gregoriana, dita Colégio Romano.

Morte John Knox. Em 1587, publica-se postumamente History of the Reformation in Scotland, da respective autoria. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009