© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1576: A Liga Santa, a pacificação de Gand e o encontro de Guadalupe

 

 

1568 1569 1570 1571 1572 1573 1574 1575 1576   1577 1578 1579 1580

 

  Século XV Linha do Tempo Século XVII

 

Henrique III, rei de França (1574-1589)

 

Isabel I, rainha de Inglaterra (1558-1603)

 

Jaime Stuart, como Jaime VI, rei da Escócia (1567-1625).

 

Filipe II, rei de Espanha (1556-1598)

Maximiliano II, imperador alemão (1564-1576).

Frederico II (Frederik II), rei da Dinamarca (1559-1588).

 

João III, rei da Suécia (1569-1592).

 
Peste em Veneza.

 

Fundação da Sainte Ligue ou Sainte Union em Péronne, França, apoiada por Filipe II e chefiada por Henri de Guise. Respondem à chamada paix de Monsieur, pelo qual o rei tinha concedido vários privilégios aos protestantes (6 de Maio).

As dezassete províncias dos Países Baixos proclamam a sua união federal e independência, na chamada Pacificação de Gand que vai apenas durar três anos (8 de Novembro). Visavam a expulsão dos espanhóis e um compromisso em matéria religiosa entre católicos e protestantes.

 

Rudolfo II, Habsburgo, imperador alemão (1576-1612)*. Filho de Maximiliano II. Rei da Hungria em 1572, da Boémia em 1575 e da Alemanha em 25 de Outubro de 1575.

 

Estevão Bathori, rei da Polónia (1576-1586).

Mulay Muhamad, ou Abu Abdallah Muhamad II (1574-1576) sultão da Berbéria, é destronado pelo irmão  Abu Marwan Abd al-Malik I (1576-1578), ou Mulei Abde Almélique (Maluco ou Moluco), apoiado pelo sultão otomano Murad III. O primeiro, será o aliado de D. Sebastião na batalha de Alcácer-Quibir.

  

 Reinado e governo de D. Sebastião

Fundação de S. Paulo de Luanda por Paulo Dias de Novais, sobrinho de Bartolomeu Dias.

Encontro de Guadalupe de D. Sebastião com Filipe II (22 de Dezembro). O nosso rei deixa de ser alteza e passa a assumir-se como majestade, fechando a coroa.

Tratado com a Inglaterra (29 de Outubro). Suspendem-se os embargos e admite-se o livre comércio para os ingleses no triângulo constituído pelos Açores, Madeira e Continente.

Monopólio da venda de sal a favor da Coroa.

Celeiros comuns em Évora.

Trabalhos de drenagem do Tejo.

Ataque dos corsários franceses à ilha de Santa Maria.

Há 57 000 habitantes no Brasil, incluindo escravos. 
txrep

 

 Jean Bodin, Les Six Libres de la République, Paris, 1576. Ed. lat., De Republica, 1586.

 

Duarte Nunes de Leão, Ortografia da Língua Portuguesa.

 

Pêro de Magalhães de Gandavo, História da Província Santa Cruz.

Primeiro teatro permanente na Inglaterra.

S. Filipe de Nery funda o Oratório Italiano.

J. S. Menochius 1576-1655

 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009