© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1629: Paz de Lubeck

 

 

1620 1621 1622 1623 1624 1625 1626 1627 1628 1629   1630

 

Século XVI Linha do Tempo Século XVIII

 

 Luís XIII, rei de França

 

Carlos I, Stuart (1625-1649)

 

Imperador Fernando II (1619-1637)

 
 
Paz de Lubeck entre a Dinamarca de Cristiano IV* e o Imperador Fernando II. Confirma-se a perda de poder da Dinamarca que se vincula à não intervenção nas questões alemãs, em troca do direito de passagem pelo Elba (22 de Maio).

Massachusetts, colónia da coroa.

Tratado de Altmark, assinado pela Suécia de Gustavo II Adolfo, como apoio de Richelieu, que obtém grande parte da Livónia, da Estónia, da Íngria e da Carélia. Suecos passam a dominar o Báltico. Serão obrigados a ceder estas possessões à Rússia, um século depois.

Ocupação do norte de Brabant pelas Províncias Unidas.

Na guerra da sucessão de Mântua, intervenção francesa.

Novas lutas de Paris contra os protestantes.

Peste em Milão e na Lombardia (1629-1632).

Fernando II de Áustria aprova o chamado Edicto da restituição que devolve todos os territórios secularizados pela Reforma e proíbe o calvinismo (6 de Março).

Carlos I dissolve o Parlamento e governa de forma absolutista até 1640. 

 Reinado de Filipe IV (III)

Motins em Santarém, Alcácer do Sal e Porto. Aqui, é atacado o secretário Francisco de Lucena que aí fora pedir ajuda para a Índia.

Inaugura-se em Braga o primeiro mosteiro da Ordem da Conceição de Maria, fundada pela Beata Beatriz da Silva no século XV.

Comerciantes portugueses promovem uma revolta que depõe o Monomotapa e elevam ao trono Mavura, baptizado como Filipe, o qual reconhece a suzerania dos portugueses.

Rei do Achém ataca Malaca.

Comandante holandês de Solor, Jan de Hornay passa-se para os portugueses de Larantuca, nas Flores. Converte-se ao catolicismo e casa com uma timorense. O filho António de Hornay vai governar Flores, Solor e Timor de 1673 a 1693.

Holandeses atacam o Brasil, desembarcando em Pan Amondo.

Matias de Albuquerque, celebrizado pelos feitos militares na Índia, é nomeado governador do Pernambuco.

 

Descartes passa a residir nas Províncias Unidas, onde permanece até 1649.

Galileu descreve o movimento do pêndulo.

 

Padre Alexandre de Gusmão (1629-1724).

 

 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009