© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1658: Morte de Cromwell e batalha de Dunes

 

Leopoldo I

1651 1652 1653 1654 1655 1656 1657 1658   1659 1660

Século XVI Linha do Tempo Século XVIII

 

 Luís XIV, rei de França

 

Oliver Cromwell, na Inglaterra. Sucede-lhe Ricardo Cromwell

 

Leopoldo I Habsburgo  (1658-1705)

 
 

Morte de Oliver Cromwell (13 de Setembro). Sucede-lhe o filho Ricardo Cromwell.

Batalha de Dunes. Ingleses e franceses vencem os espanhóis, aliados de Condé (14 de Junho). Inglaterra passa a dominar Dunquerque.

 

Leopoldo I Habsburgo  (1658-1705)*. Imperador alemão, sucedendo a Fernando III, falecido no ano anterior. Desde 18 de Julho de 1658. Imperador-eleito 5 de maio de 1705. Filho de Fernando III

Promove a formação da Liga do Reno contra os franceses (15 de Agosto).  O Habsburgo, com os Estados hereditários da Áustria, Estíria, Caríntia e Tirol, bem como com o reino dito de São Venceslau/Vaclav (Boémia, Morávia e Silésia) e a Hungria.

Nicónio é afastado de patriarca de Moscovo.

 

Aurangzeb (Aureng Zeb ou Alamgir I) (1618-1707), imperador moghul, de 26 de Junho de 1658 a 2 de Março de 1707.

 

Tratados de Roskilde e Copenhaga estabelecem as fronteiras entre a Dinamarca, a Noruega e a Suécia que obtém seis novas províncias. Confirmado o fim do domínio dinamarquês sobre o Sund. Continua a expansão do império sueco de Carlos X, Gustavo. 

 

 Reinado de D. Afonso VI. Regência de D. Luiza de Gusmão

Cerco espanhol a Elvas, comandado por D. Luiz de Haro (de 15 de Outubro de 1658 a 11 de Fevereiro de 1659). Insucesso português no cerco a Badajoz. Espanhóis cercam Monção.

Fim do domínio português em Ceilão.

Credencial para o Dr. Feliciano Dourado, na qualidade de Residente em França. (28 de Janeiro).

Abolido o privilégio da Companhia Geral do Comércio do Brasil sobre o fornecimento de vinhos, farinhas, azeite e bacalhau.

Capitania geral do Rio de Janeiro, na directa dependência de Lisboa (17 de Setembro).

João Fernandes Vieira, governador de Angola (1655-1661). Este antigo governador de Paraíba era o maior proprietário de terras do Nordeste do Brasil. Morre em Olinda em 10 de Fevereiro de 1681. 

Chegam à zona de Timor dois jesuítas que entram em conflito com os dominicanos.

Conde Henri de Boulainvilliers (1658-1722)ö1683.

 

Charles Irénée Castel, Abade de Saint Pierre (1658-1742)ö1713.

 

Diogo de Mendonça Corte Real (1658-1736).

 

Manuel Caetano de Sousa (1658-1734).

 

Representação da peça de Molière Le Docteur Amoureux, na presença de Luís XIV.

 

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009