© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1715: Morte de Luís XIV e começam as obras de Mafra

 

 

1710 1711 1712 1713 1714 1715   1716 1717 1718 1719 1720

 

  Século XVI  Linha do Tempo

 

   Luís XIV, rei de França

Jorge I (1714-1727), rei britânico.

Filipe V, Bourbon, rei de Espanha (1700-1724)

Imperador Carlos VI (1711-1740)

 
 

Morte de Luís XIV (1 de Setembro). Sucede-lhe o neto, Luís XV, le Bien-Aimé, em França (1715-1774). Regência de Filipe duque de Orleães (1715-1723), nascido em 1674.

 

Prússia participa na Guerra do Norte contra a Suécia, o que lhe permite a conquista da Pomerânia Ocidental.

 

 

Batalha de Sheriffmuir na Escócia com os jacobitas (13 de Novembro). Acaba num impasse.

 

Pedro I transfere a capital da Rússia para São Petersburgo, construída por 40 000 pessoas desde 1703.

Russos conquistam a Pomerânia aos suecos. Suecos ocupam a Noruega (24 de Dezembro).

 

Turcos tomam a Moreia aos venezianos. 

Reinado de D. João V

 

Em Janeiro, o Papa solicita a D. João V socorro contra os Turcos. Em 5 de Julho saem navios do porto de Lisboa, mas que não chegam a incorporar-se na armada papal.

Rei retira-se para Azeitão, visando curar-se de grave doença, a que os médicos dão o nome de melancolia. O infante D. Francisco, pensando na eventual morte do irmão, chega a acalentar a ideia de subir ao trono, insinuando-se junto de D. Mariana de Áustria, para um futuro casamento.

 

Cresce a exportação de vinhos para Inglaterra.

Reforma do Exército (20 de Agosto).  

 

Em 6 de Fevereiro, tratado de paz com a Espanha (Portugal restitui à Espanha Albuquerque e Puebla e retoma o castelo de Noudar; obtém a colónia do Sacramento). Garantido por Jorge I de Inglaterra. Ratificado em Março.

Tratado de Utreque - Tratado de paz e amizade entre D. João V e Filipe V de Espanha sobre a restituição da colónia do Sacramento (6 de Fevereiro)

Acto de garantia de Jorge I de Inglaterra ao Tratado Luso-Espanhol assinado na mesma data. (6 de Fevereiro)

Proclamação das pazes luso-espanholas em Lisboa. (26 de Abril)

Chegam a Haia D. Luís da Cunha e o conde de Tarouca iniciando imediatas conversações com o Embaixador francês. (18 de Maio).

Embaixada do Conde da Ribeira Grande entra em Paris (18 de Agosto).  
Helvetius (1715-1771)ö1758

 

Condillac (1715-1780) ö1746.

 

Damião A. L. Faria de Castro (1715-1789) ö1749

 

Início da construção do Convento de Mafra. As obras apenas vão terminar em 1735.

 

 

Publicação da Gazeta de Lisboa. Historia Annual Chronologica, e Política do Mundo e Especialmente da Europa (semanal, dura de 1715 a 1741).

 

Publicação de "Fénix Renascida". 5 volumes até 1718.

 

Interesses de Portugal Ventilados, Debatidos e Ajustados no Tratado de Paz Que Assinaram no Congresso de Utrecht o Conde Tarouca João Gomes da Silva e D. Luís da Cunha..., cartas que vão de 5 de Janeiro de 1712 a 12 de Fevereiro de 1715. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009