© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1722: Cardeal Dubois, chefe do governo francês

 

 

1720 1721 1722   1723 1724 1725 1726 1727 1728 1729 1730

 

  Século XVI  Linha do Tempo

 

 Luís XV, rei de França

 

Jorge I (1714-1727), rei britânico.

Filipe V, Bourbon, rei de Espanha (1700-1724)

Imperador Carlos VI (1711-1740)

 
 

Cardeal Guillaume Dubois (1656-1723), primeiro ministro de França (22 de Agosto). Um grande diplomata, preceptor do duque de Chartres, regente desde 1715. Negoceia em 1717 a Tripla Aliança de Haia. Depois de ser ministro dos estrangeiros, torna-se arcebispo de cambraia (1720) e, depois, cardeal (1721).

 

Fundação da Companhia de Ostende.

 

Nova lei de sucessão na Rússia. O próprio imperador é que passa a designar o herdeiro.

 

Começa a guerra de Pedro I com os Persas (Julho).

 

Imperador Yongzheng (1722-1735)*, depois da morte de Kangxi (20 de Dezembro), seu pai, com o mais longo reinado da história da China.  Renovadas perseguições aos cristãos. 

 Reinado de D. João V

 

Concessão do monopólio do tabaco a um comerciante alemão em Portugal, Paulo Klotz.

Criação da manufactura vidreira de Coina.

 

Revolta dos sobas angolanos no Quilengues, com a inevitável repressão soberana (Junho).

 

Tremor de terra no Algarve (27 de Dezembro). 
George Payne, segundo grão-mestre da maçonaria britânica, General Regulations of a Free Mason, 1722-1723
© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009