© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1731: Luteranos expulsos de Salzburgo e Aqueduto das Águas Livres

 

Frederico Guilherme I acolhe protestantes expulsos de Salzburgo

 

1728 1729 1730 1731   1732 1733 1734 1735 1736 1737 1738 1739 1740

 

  Século XVI  Linha do Tempo

 

Jorge II, rei britânico (1727-1760)

 

 Luís XV, rei de França

 

Filipe V, Bourbon, rei de Espanha (1700-1724 e 1724-1746)

Imperador Carlos VI (1711-1740)

 
 

Segundo tratado de Viena entre a França, a Grã-Bretanha, a Espanha, a Áustria e os Países Baixos (16 de Março).

 

Britânicos e espanhóis reconhecem a Pragmática Sanção.

 

Expulsão dos luteranos de  Salzburgo (22 000 pessoas, um quinto dos residentes, emigram para a Prússia Oriental, onde são acolhidos por Frederico-Guilherme I*

 

Isabel Farnésio consegue que o seu segundo filho, Filipe, fique com o Ducado de Parma.

 

Ocupação do Tibete pelos chineses. 

 Reinado de D. João V

Introdução da ópera italiana.

Grandes cheias no Tejo (Fevereiro).

15 470 operários trabalham nas obras do Convento de Mafra.

 

Papa concede ao ex-núncio em Lisboa o cardinalato. A recusa tinha levado ao corte de relações de Portugal com a Santa Sé em 1720.

 
Em 1731, a partir de Londres, Benjamin Franklin é iniciado na maçonaria.

 

 

António Dinis da Cruz e Silva (1731-1799).

Ribeiro Sanches chega à Rússia.

Montesquieu regressa à França 
© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009