© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1750: O tempo da Enciclopédia e do Marquês de Pombal

 

D. José I

1749 1750   1751 1752 1753 1754 1755 1756 1757 1758 1759

  Século XVI  Linha do Tempo

 

Jorge II, rei britânico (1727-1760)

 

 Luís XV, rei de França

 

Fernando VI, rei de Espanha (1746-1759)

 
 

Revolta em Paris, com tentativa de marcha sobre Versalhes.

Novo grande incêndio em Constantinopla (Abril).

 

 

 Reinado de D. João V

Tratado de Madrid, ou dos Limites, entre D. João V e Fernando VI de Espanha sobre os limites da América meridional, em que Portugal cede a colónia do Sacramento (13 de Janeiro).

 

Morre, em 19 de Maio, Marco António de Azevedo Coutinho, secretário dos negócios estrangeiros.

Morte de D. João V (31 de Julho). Reinado de D. José I* em Portugal (1750-1777). Cerimónia da quebra dos escudos (8 de Agosto). Sagração do novo rei, com aclamação nos Paços da Ribeira, em 7 de Setembro.

D. José nomeia Sebastião José de Carvalho e Melo Secretário dos Negócios Estrangeiros e da Guerra. (2 de Agosto). Diogo Mendonça Corte Real, secretário da Marinha e Ultramar.

Grande incêndio no Hospital de Todos os Santos, em Lisboa (10 de Agosto).

João Frederico Ludovice, arquitecto-mor do reino, em 11 de Setembro.

Inauguração do Aqueduto das Águas Livres.

Criada a Real Fábrica das Sedas, pelo controlo estadual da Fábrica das Sedas, fundada por Robert Godin, e que estava sem laborar.

Crise na mineração brasileira. Restabelecido o imposto dos quintos em vez da capitação que incidia sobre os moradores de Minas Gerais. 
Voltaire em Berlim (1750-1753).

 

James Madison (1751-1836)

 

Marquesa de Alorna (1750-1835)

 

Abade José Francisco Correia da Serra (1750-1823)

 

Encyclopédie. Surge o prospecto anunciador da publicação da obra.

 

Turgot, Discours sur les Progrès sucessifs de l'esprit humain

 

-Discours sur les avantages que l'établissement du christianisme a procuré au genre humain,

 

Jean-Jacques Rousseau Discours sur Les Sciences et les Art

 

Christian Wolff, Institutiones juris naturae et gentium, Halle  
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009