© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1798: Napoleão na campanha do Egipto

 

1790 1791 1792 1793 1794 1795 1796 1797 1798   1799 1800

 

 

 

   Século XVI  Linha do Tempo

 
 

Jorge III rei britânico (1760-1820)

 

Carlos IV, rei de Espanha (1788-1808)

 
 
Aliança anglo-russa contra a França.

Os espanhóis retiram-se do Haiti, que passa ao domínio francês.

Golpe de Estado na Holanda (22 de Janeiro). Promovido por Pieter Vreede contra o poder do parlamento. Será deposto por golpe dos moderados em 12 de Junho.

Franceses invadem os Estados do papa (7 de Março).

A França anexa Genebra  (26 de Abril) e declara guerra a Nápoles.

Revolta irlandesa contra os britânicos (24 de Maio). Apoiados por tropas franceses a partir de 22 de Agosto.

Franceses ocupam Malta (12 de Junho).

Napoleão no Egipto (1 de Julho). Vence os otomanos na batalha das Pirâmides (21 de Julho). Conquista Alexandria (23 de Julho). Ocupa p Cairo (24 de Julho).

Nelson derrota a esquadra francesa em Abuquir, na batalha do Nilo (1 de Agosto).

 

 

Sarre  (Saar). Até 1797 o território estava dividido entre a França, o duque de Zweibrúcken e o cone de Nassau-Saarbrúcken; depois desta data passou para a França, até 1815, quando foi dividido entre a Prússia e a Baviera; depois da Grande Guerra ficou sob controlo da SDN, mas em 1935, depois de referendo, passou para a Alemanha; sob ocupação militar francesa desde 1945, entrou, a partir de 1948, em regime de união aduaneira com o mesmo Estado; em 27 de Outubro de 1956, pelo acordo do Luxemburgo, foi programada a respectiva integração na RFA que se concretizou em 1 de Janeiro de 1957

Cisalpina, República. República criada por Napoleão em Itália em 29 de Junho de 1797, pela junção das Repúblicas Cispadana e Transpadana (de Padus, o nome latino do rio Pó), integrando o Milanês, a Lombardia, o ducado de Modena e a Romanha; em 25 de Janeiro de 1802 passou a constituir-se como República Italiana e em 17 de Março de 1805 como Reino de Itália.

 

 

 

 

Em 1798 prossegue o avanço dos franceses na Itália e ocupam Roma; prendem o próprio Papa, Pio VI, e instituem a República Romana, depois de já terem ocupado a Suíça e de aí terem instituído uma República Helvética Em 1798, já regressa a guerra generalizada, com a formação de uma segunda coligação contra uma França, agora governada pelo regime do Directório. Nela participam a Grã-Bretanha, a Rússia do Imperador Paulo I, o Império dos Habsburgos austríacos, a Turquia, o Reino de Nápoles e Portugal.

No âmbito desta confrontação generalizada, importa salientar a ofensiva dos exércitos franceses na Itália e na Suíça, sob o comando de Napoleão, que, em Fevereiro de 1798, depois de ocuparem Roma, logo instituem uma República Romana, obrigando o papa Pio VI, a refugiar-se em Siena. Segue-se, em Dezembro, a ocupação do Reino de Nápoles, cujo titular era o Bourbon Fernando IV, reino que logo passa a República Partenopeia, em Janeiro de 1799.

A sorte da guerra inverte-se em 1799 quando um forte exército austro-russo entra em acção na Itália e na Suíça, ao mesmo tempo que, no Mediterrâneo, por pressão inglesa, a França se retirava do Egipto (22 de Agosto) e perdia as posições que detinha nas ilhas de Minorca e Malta. 

 

Nos começos de 1798 a França impõe-nos a quebra da aliança com os britânicos e estes enviaram-nos oficiais para o governo das fortalezas.

Numeramento da população por ordem do Intendente Geral da Polícia. Conseguem-se 29 864 recrutas para o exército.

Em 30 de Maio um corsário francês atacou a Figueira da Foz.

É libertado em Paris o nosso representante António de Araújo de Azevedo. (29 de Março)

Ratificação, em Fez, pelo Sultão de Marrocos do Tratado de paz Luso-Marroquino de 11.1.774. (22 de Junho)

Tratado de S. Petersburgo - Tratado de amizade, navegação e comércio entre Dona Maria I e Paulo I da Rússia. (27 de Dezembro)

O futuro D. Pedro IV nasce no Palácio de Queluz (12 de Outubro). 
Auguste Comte (1798-1857)

 

Jules Michelet (1798-1874)

 

Georg Friedrich  Puchta 1798‑1846)

 

Vicente Ferrer Neto Paiva (1798-1886)

 

António Luís de Seabra, ou Visconde de Seabra (1798-1895)

 

Francisco António Fernandes da Silva Ferrão (1798-1874).

 

José Maria de Avelar Brotero (1798-1873) 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009