© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

500-509: Breviário de Alarico e Batalha de Vouillé

 

 

 

480-489 490-499 500-509   510-519  520-529  530-539   540-549

 

Séculos I a V  Linha do Tempo   Século XI

 

481-511 Clóvis, rei dos francos

 
 
Búlgaros instalam-se nos Balcãs (500)

 

Lei Sálica (507-511).

Teodorico impede Clóvis de atingir o Mediterrâneo (508-509).

Francos Ripuários reconhecem Clóvis como rei (509). Desde 507 que, em aliança com a Borgonha, adquirem uma região visigótica que ia do rio Loire ao rio Garona.

 
Teodorico dos Ostrogodos sobe ao trono em Roma e domina a Itália, depois do afastamento de Odoacro (500). Mantém a sua residência em Ravena e, apesar de ariano, decide proteger a Igreja Católica.

Teodorico intervém na Panónia (504) e apodera-se da Provença (508). Torna-se no mais poderoso chefe do Ocidente.

 

Clóvis derrota os visigodos arianos na batalha Vouillé (507).  Alarico II morre em combate.

Deixa como sucessor o filho Amalarico, ainda criança. Gesaleico, também seu filho, mas ilegítimo, continua a guerra, mas o seu exército tem de recuar para a Hispania.

Desaparece o reino visigótico de Toulouse. Expansão dos Francos até ao Garona. A Septimânia, entre o Ródano e os Pirinéus, abrangendo a região costeira do actual Sul de França, permanece sob o domínio dos visigodos.

Teodorico  decide assumir-se como protector dos Visigodos, sendo considerado uma espécie de suserano da Hispania. Também protege os alanos.

Gesaleico*(ou Geserico), rei visigodo, dos arianos de Narbonne (507-510).

Teodorico, rei dos Ostrogodos de Itália, intervém em França (508) para defender os visigodos. O seu general Ibbas chega a recuperar Narbona e, em 510, obriga os Francos, e os seus aliados Borguinhões, a levantarem o cerco a Arlès.

 
Belizário, general bizantino (500-565)

 

Breviário de Alarico, Lex Romana Wisigothorum (506)

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009