© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

660-669: Os Omíadas. Chiitas contra Sunitas.

 

 

 

610-619 620-629  630-639 640-649 650-659 660-669   670-679 680-689 690-699 700-709

 

Séculos I a V  Linha do Tempo   Século XI

   
Surge a dinastia dos Omíadas em Damasco (de 660 a 750). Sobe ao poder o governador da Síria, Mu’awiya que se faz proclamar califa em Jerusalém.  A sede do califado passa de Medina para Damasco.

Búlgaros instala-se em Dobruja (660).

Martírio de Ali*, primo e genro de Maomé, o fundador dos chiitas (28 de Fevereiro de 661). É assassinado pelos khârajitas.

Os chiitas, ou Partido de Ali (Shiat Ali), opõem-se aos sunitas de Abu Bekr, sogro de Maomé, morto em 634.

Muçulmanos conquistam Cabul (662).

Constante II em Itália (663). Chega a decidir mudar a capital do Império para Roma.

Primeiras incursões Árabes na Índia (664-667).

Por mar, o califa Muawija ataca Constantinopla (668).

Os chineses conquistam a maior parte da Coreia (668).

Assassinato de Constante II pelos seus oficiais, quando tomava banho (668).

Imperador Constantino IV Pogonato (668-685). Vence uma frota Árabe que tenta apossar-se de Constantinopla.

Reino de Sila na Coreia que unifica a península (668).

 
  Heresia pauliciana (660).

 

Morre S. Frutuoso (16 de Abril de 665). 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009