Indonésia

Republik Indonesia (Republic of Indonesia)

Executive:

President: Megawati Soekarnaputri (2001) PDIP

Presidents

 

 

 

 

Sukarno

17-08-1945

Nominalmente no poder desde o golpe de Suharto de 27-10-1965

Suharto

12-03-1967

 

B.J. Habibie

21-05-1998

 

Abdurrahman Wahid

20-10-1999

 

Megawati Sukarnoputri

23-07-2001

 

 

Os Países Baixos reconheceram a independência da Indonésia em 23-08-1949), onde Sukarno foi eleito presidente em 27-12-1949, embora se mantivesse um estatuto de união com a antiga metrópole até Agosto de 1954.

Os movimentos independentistas indonésios remontam a 1939 quando se constituiu o GAPI -Gabungan Politik Indonesia- com a bandeira vermelha e branca e a defesa do bahasa como língua nacional.  Os principais líderes da organização, presos pelas autoridades coloniais holandesas, libertados quando o território foi ocupado pelos japoneses, ainda foram por estes investidos como líderes de um governo local autónomo, quatro dias antes da capitulação do Japão.

Assim, as tropas holandesas abandonam Jacarta (29-06-1949) e depois de negociações que duram cerca de dez semanas, aceitam a soberania plena do regime de Sukarno, as Repúblicas Unidas da Indonésia (28-12-1949). Mantém-se, contudo, uma ligação à antiga metrópole sob a forma confederativa, que vai durar até 1954.

Contudo, três anos depois, já são expulsos todos os cidadãos holandeses que estavam instalados no território (05-12-1957).

Sukarno foi derrubado em 27-10-1965 pelo chefe das forças armadas Suharto, invocando o apoio prestado pelo Partido Comunista ao fundador da República. Os comunistas indonésios, com cerca de três milhões de militantes, foram sangrentamente reprimidos, com 700 000 mortos e 200 000 prisioneiros. Dois anos depois Suharto já assumia oficialmente a presidência e alterou a política de nacionalizações das companhias petrolíferas, abrindo o país ao capital estrangeiro.

Formalmente eleito em 1968, 1973, 1978, 1983, 1988, 1993 e 1998, o seu poder começou a ser contestado, primeiro, pela revolta dos estudantes de 1971 e, depois, em Maio de 1977, quando, nas eleições legislativas parciais, o partido oficialista, o Golkar, perdeu em Jacarta, saindo vitoriosa uma coligação de partidos islâmicos, que assumiram a bandeira de luta contra a corrupção.

Em 1991, houve graves confrontos com os separatistas de Adeh e de Timor Leste e em começos de 1992, com os de Irian Jaya. Neste ano de eleições parlamentares, a oposição redobrou em iniciativas, com o PPP a fazer um acordo com os líderes islâmicos e com o PDI a lançar como candidatos os filhos de Sukarno, desde a futura presidente a Guruh, célebre cançonetista.

Mas não são as manobras da oposição e a crise dos separatistas que levam à queda do regime. Com efeito, o acelerador do processo foi a crise financeira desencadeada no Outono de 1997 que levaram a rupia a desvalorizar cerca de 80%. Apesar de três acordos com o FMI, em 31-10-1997, 15-01-1998 e 08-04-1998, sucederam-se várias rebeliões populares provocadas pelo aumento dos preços dos bens essenciais e politizadas manifestações estudantis. Apesar de Suharto ainda ser reeleito em 10-03-1998, acaba por abdicar da presidência em 29-05-1998, terminando assim com 32 anos de poder pessoal.

O seu sucessor, o tecnocrata Habibie não conseguiu conter a escalada contestatária, agravada por vários conflitos étnicos e religiosos e nas eleições legislativas de 07-06-1999, a oposição conseguia derrotar o Golkar. Seguiu-se, em 20-10-1999, a eleição pelo parlamento do novo presidente, escolhendo-se o líder cultural e religioso Gus Dur, que teve a acompanhá-lo, como vice-presidente, Megawati Sukarnoputri, filha de Sukarno, a chefe do principal partido da oposição.

The president is elected for a five year term by an electoral college based on the parliament. The government is dominated by the PDIP.

The elected president (Abdurrahman Wahid, 1999, PKB) was removed from office by this electoral college and replaced by the vice-president.

 

Dewan Perwakilan Rakyat (Casa dos Representantes do Povo)

07-06-1999

O parlamento tem 500 membros, dado que 38 deles são indicados pelas forças armadas

 

462

·Partai Demokrasi Indonesia Perjuangan

PDIP Lutando pelo Partido Democrático da Indonésia. Fundado em Janeiro de 1973, pela fusão dos antigos partidos católico, protestante, nacionalista e proletário. Liderado por Megawati Sukarnoputri.

37.4 

154

·Partai Golongan Karya

Golkar Partido dos Grupos Funcionais, fundado em 20-10-1964 e que foi o partido oficial do regime de Suharto.

20.9 

120

·Partai Kebangkitan Bangsa

PKB Partido do Despertar Nacional, fundado em 1998 por Abdurrahman Wahid, dito Gus Dur, pequeno irmão, presidente da ICMI, Associação dos Intelectuais Muçulmanos (1990), com cerca de 30 milhões de aderentes

17.4 

51

·Partai Persatuan Pembangunan

PPP Partido do Desenvolvimento Unido. Agrupa islâmicos moderados, tendo sido fundado em 1973, pela fusão dos antigos partidos muçulmanos

10.7 

58

·Partai Amanat Nasional

PAN Partido do Mandato Nacional, fundado em 1998 por par Amien Raïs, presidente da associação reformista islâmica Muhammadiya, criada em 1912

7.3 

35

 

O maior arquipélago do mundo. Constitui, politicamente, a República da Indonésia. O quinto Estado do mundo pela população (cerca de 190 milhões de habitantes) e o décimo primeiro pelo território (1 904 659 km2). Cerca de 13 mil ilhas, 6 mil das quais habitadas. Colónia holandesa, formada, sobretudo, pela acção da Companhia Holandesa das Índias Orientais, fundada em 1602.  Ocupada pelos japoneses durante a Segunda Guerra Mundial que favorecem os movimentos independentistas, onde se destaca o Partido nacional da Indonésia, fundado em 1927 e com Achmed Suharto como líder. Este declara unilateralmente a independência em 17 de Agosto de 1945, mas no mês seguinte tem de defrontar o desambarque de tropas anglo-holandesas, havendo cessar fogo em Novembro de 1946. Continuma os conflitos até ao reconhecimento da independência em 27 de Dezembro de 1949.

Suharto

Em Setembro de 1965 desencadeia-se um processo, onde depois de um golpe comunista, surge um contra-golpe liderado pelo general Suharto que vai levar ao afastamento de Sukarno, falecido em 1970, e à instalação de um novo regime, dito Ordem Nova, com uma sangrenta repressão dos comunistas (cerca de milhão e meio de assassinatos). É este regime que ocupa Timor Leste a partir de 1975.

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: