O telegrama de Kennan

 

Em 22 de Fevereiro, George Kennan, num longo telegrama de 8000 palavras, endereçado a partir da embaixada norte-americana de Moscovo, faz o ponto da situação:

O poder soviético é produto de uma ideologia monolítica;

O comportamento russo deriva de um tradicional e instintivo sentido russo de insegurança;

O comunismo, como um parasita maligno, é o principal perigo para o mundo livre.

 

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: