1947

 

Agosto
A independência da jóia da Coroa e os federalistas em Montreux

 

 

Banco de Inglaterra suspende a convertibilidade da libra em dólares (20 de Agosto)

Independência da Índia e do Paquistão (28 de Agosto). A Índia será liderada por Nehru, do Partido do Congresso. O Paquistão, pela Liga Muçulmana (15 de Agosto), pouco depois de Lord Mountbatten, o último Vice-Rei ter estabelecido nova doutrina sobre a impossibilidade de uma grande Índia federal, como também era o desejo de Gandhi.

A figura cimeira do movimento independentista paquistanês é Mohammed Jinnah (1876-1848), líder da Liga Muçulmana, fundada em 1906. Esta, depois de em 1916 ter assinado um acordo com o Congresso Nacional Indiano, no sentido da criação de uma Índia federal depois da independência, acaba por assumir, a partir dos anos trinta, a reivindicação de um estado muçulmano autónomo, conforme vinha defendendo o poeta Mohammed Ikbal,

Utiliza-se o nome inventado por Chanduri Rhamat Ali, Pakistan, onde istan significa país e as primeiras letras as três províncias muçulmanas da então Índia britânica (Penjab, Afeganistão e Kachemira). É em nome destas teses que não se consegue acordo nas negociações para a independência que se arrastam de 1942 a 1946. Na altura da declaração de independência há deslocações forçadas de populações, com 10 milhões de hindus a abandonarem o novo Paquistão e 7 milhões de muçulmanos a abandonarem a nova Índia. Jinnah morre em Setembro de 1948, sucedendo-lhe Ali Khan, que, entretanto é assassinado em Outubro de 1951.

Comunistas e aliados obtêm 95% dos votos na Hungria

Congresso da União Europeia dos Federalistas em Montreux, que teve como principal animador o polaco Joseph Retinger. (27 a 31 de Agosto)

 

 

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: