1947
 

Junho
Marshall e o discurso de Harvard

 

 

Discurso de George Marshall em Harvard (5 de Junho). Propõe um plano de auxílio à Europa, o que virá a ser o European Recovery Program, adoptado por lei de Abril de 1948

Evita Perón visita triunfalmente a Espanha de Franco (7 de Junho)

Prisão do chefe do Partido Agrário da Bulgária, N. Petkov (11 de Junho)

Partido Comunista do Brasil é declarado ilegal pelo Supremo Tribuanl (15 de Junho). Feroz repressão do regime de Dutra, em nome da Lei de Segurança Nacional.

Discurso de Jdanov define a literatura, a arte e a filosofia socialistas (24 de Junho)

Conferência de Paris entre Bevin*, Bidault e Molotov sobre o discurso de Marshall (de 27 de Junho a 2 de Julho)

Congresso de Montrouge dos defensores de uns Estados Unidos Socialistas da Europa (Junho)

Democratas-cristãos de 10 países da Europa fundam em Chaudfontaine as Novas Equipas Internacionais (Junho)

Salazar é judeu – Eduardo Carvalho da Silva, tenente que havia sido homem de confiança de Santos Costa, proprietário de Caxarias, preso em 13 Junho, havia editado uma publicação clandestina, onde, em nome do 28 Maio, acusa Salazar de ser o primeiro adesivo da situação; de em 1925 fazer parte do Centro Católico que aprovou moção de apoio ao governo de António Maria da Silva depois do golpe de 18 Abril, a antiga minoria de 1930 que é a esmagadora maioria de hoje; insinua que Salazar é judeu pelo que não teria as qualidades e os defeitos da nossa raça; por não ter os nossos defeitos, não reage como nós, nunca compreenderá os nossos desejos, porque os não pode compreender nem sentir.

Comunistas Em Junho, o PCP aprova a linha de unidade proposta por Cunhal.

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: