1950
 

Abril
Adenauer propõe uma federação europeia, jugoslavos em anti-sovietismo e surge o reino da Jordânia

 

 

 

Liga Árabe estabelece o princípio de assistência militar em caso de agressão (11 de Abril)

Rei Abdullah anexa a Cisjordânia, criando o reino da Jordânia. Entra em conflito com a Liga Árabe, ao defender a instauração de uma Grande Síria, juntando o Iraque, a Síria e o Líbano, isto é, todo o chamado Crescente Fértil (29 de Abril)

Adenauer defende uma federação europeia (18 de Abril)

Os comunistas da Jugoslávia, depois de, no mês anterior, receberam novo empréstimo norte-americano de 20 milhões de dólares, comemoram o 1º de Maio denunciando a política anti-socialista da URSS e dos seus aliados. Inauguram o regime da auto-gestão da terceira via. Pela Constituição de 1953, surge até uma segunda câmara dita Conselho dos Produtores.

Consagra-se uma clara oposição monárquica ao regime, desencadeada, aliás, logo no dia 2 de Junho de 1926, quando alguns oficiais do 28 de Maio queriam restaurar a Carta Constitucional e estabelecer uma Junta de Regência. O processo passa também pelo desterro de Paiva Couceiro e de Hipólito Raposo. Abolidas as leis da proscrição do ramo miguelista dos Braganças, estabelecidas em 19 de Dezembro de 1834. D. Duarte Nuno pode regressar a Portugal (21 de Abril).

Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

Ver síntese do ano

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 31-03-2009