Bélgica
 

 

Na Bélgica, o príncipe Balduíno assume a regência (1 de Agosto), no dia em que surge novo governo social-cristão, com Paul Van Zeeland na pasta dos estrangeiros.

O Partido Católico Belga surge em 1820. Alia-se aos liberais em 1828, visando a independência belga, conseguida em 1830.

O unionismo marca a vida do novo Estado até 1840.

Os católicos voltam a constituir governo em 1846, mas perdem as eleições do ano seguinte.

Em 1852, com os católicos liderados por De Brouckère, voltam as unionismo.

Há confrontos entre ultramontanos e moderados e estes promovem o Congresso de Malines em 1863, criticado por Pio IX.

Desenvolvem a luta pelo ensino livre, contra o anticlericalismo dos liberais e são os inspirados das primeiras leis sociais do país.

Nos anos trinta deste século, conflitos com o rexismo. Afastados do poder de 1945 a 1949, constituem de novo governos homogénos de 1950 a1954.

 

 

José Adelino Maltez , História do Presente


 

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 31-03-2009