1961
 

Fevereiro
Começa a guerra em Angola e surgem as cimeiras da CEE

 

 

Surge a OAS (11 de Fevereiro)

Assassinato de Patrice Lumumba (12 de Fevereiro)

Hassan II, novo rei de Marrocos (26 de Fevereiro), depois da  morte de Mohammed V. O novo rei, logo em Dezembro de 1962, atribui ao país uma nova constituição parlamentarista, numa situação que é alterada em 1965, quando é decretado o estado de excepção, até que em Julho de 1970 surge nova Constituição que reforça os poderes reais.

Decorre em Paris a primeira cimeira dos Seis, as conférences au sommet, visando uma cooperação política mais estreita, reunindo chefes dos executivos dos seis; decide criar-se uma união política; voltará a haver novas cimeiras em Bona - Julho de 1961 - Roma, Maio de 1967, Haia, Dezembro de 1969, Paris, Outubro de 1972, e Copenhaga, Dezembro de 1973 (10 e 11 de Fevereiro).

Guerra em Angola – Militantes do MPLA assaltam casa de reclusão de Luanda. Sete mortos entre as forças de segurança. Terão também participado elementos do Movimento Nacional Independente de Humberto Delgado (4 de Fevereiro).

Nos funerais das vítimas, junto ao cemitério novo de Luanda, ao Catete, há sangrentos incidentes (5 de Fevereiro). 17 mortos entre soldados e guardas. Cerca de três mil na repressão espontânea, entre a população local.

Novo ataque em Luanda, à cadeia de S. Paulo (10 de Fevereiro).

Intervencionismo da ONU – Libéria promove reunião do Conselho de Segurança da ONU contra Portugal (23 de Fevereiro).

Galvão – Semanário L’Express publica o texto integral da violenta Carta Aberta a Salazar de Henrique Galvão (2 de Fevereiro).

 

Movimentações oposicionistas – Américo Tomás concede audiência a uma comissão de republicanos reviralhistas constituída por Acácio Gouveia, Azevedo Gomes e Eduardo Figueiredo (6 de Fevereiro).

 

Vários oposicionistas protestam junto do Presidente da República contra a suspensão do jornal República, devido à forma como o periódico tratou da questão do Santa Maria (9 de Fevereiro).

 

Humberto Delgado no Brasil faz, pela primeira vez, um ataque à política colonial do governo (27 de Fevereiro).

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: