1969
 

Abril
Chu En Lai vence Lin Piao

 

IX Congresso do Partido Comunista da China; vitória de Chu En Lai* sobre Lin Piao (1 a 24 de Abril)

França: demissão de De Gaulle; substituído interinamente por Alain Poher (28 de Abril). Depois da derrota no referendo sobre a regionalização e a reforma do Senado, ocorrido em 27-03-1969, De Gaulle retirou-se do poder (28-04-1969), sendo interinamente substituído por Alain Poher. O anúncio do referendo foi feito em 2-02-1969 e, contra as propostas de De Gaulle, ergueram-se os comunistas, os socialistas, os centristas de Lecanuet e as centrais sindicais. O seu sucessor, Georges Pompidou, foi eleito em 15-06-1969, com 44,6%, contra 23,3% de Alain Poher, enquanto o comunista Jacques Duclos obteve 21,27%. O novo governo, presidido por Chaban-Delmas, entrou em funcionamento em 21-06-1969, até Julho de 1972.

Checoslováquia: Gustav Husak substitui Dubcek (17 de Abril)

Revolta operária é Córdoba, na Argentina (29 de Abril). Decretado o estado de sítio no dia 30, depois do assassinato de um líder sindicalista.

Revolta estudantil de Coimbra (17 de Abril). Com Marcello Caetano ausente da metrópole, Américo Tomás e o ministro da educação José Hermano Saraiva vão a Coimbra inaugurar o novo edifício universitário das Matemáticas. A recém-direcção da Associação Académica, onde uma lista de unidade antifascista havia vencido a direita, depois de uma disputadíssima e imaginativa campanha eleitoral, pede, através do seu presidente, Alberto Martins, para falar na cerimónia. As autoridades recusam. Está aceso um rastilho de indignação e de repressão que vai mergulhar a cidade num estado generalizado de desobediência cívica, falhando todas as tradicionais receitas repressivas que apenas serviram para reforçar a unidade estudantil sob o domínio da esquerda. Antes da cerimónia, o ministro da educação visitara o então Liceu Normal D. João III, com um grupo de estudantes finalistas, então marcados pela militância de direita, a protestarem contra a falta de apoio às bibliotecas e a outras actividades culturais.

Marcelos – Marcello Caetano regressa a Lisboa depois de viagem a Angola e Moçambique (21 de Abril). Há uma manifestação de apoio no aeroporto e em frente à sua residência, onde participa Marcelo Rebelo de Sousa. Nesse dia, comemora-se o 20º aniversário da NATO.

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: