1969
 

Maio
Pompidou e o pós-gaullismo

 

França: surgem várias candidaturas à presidência: Gaton Deferre pelo PS, Michel Rocard pelo PSU, Jacques Duclos pelo PCF e Alain Krivine pela Liga Comunista.

De Gaulle parte para férias na Irlanda

Regime militar do Brasil endurece medidas repressivas, emitindo o Acto Constitucional nº 10 (17 de Maio). Inúmeras personalidades são privadas de direitos políticos

Golpe de Estado no Sudão (25 de Maio)

Bispo do Porto – Marcello Caetano dirige uma carta ao Bispo do Porto, autorizando-o a regressar a Portugal (31 de Maio), o que se concretiza no dia 18 de Junho. Vai a Fátima e a notícia é divulgada pelo vespertino A Capital (19 de Junho).

No dia seguinte, a notícia é desenvolvida no Diário de Lisboa. Concede uma entrevista ao jornalista Mário Ventura Henriques que é publicada no jornal Diário Popular (21 de Junho). Dá uma entrevista ao Jornal de Notícias, onde defende a necessidade de uma imprensa livre: o povo português precisa de uma imprensa livre, porque é mais importante que uma imprensa católica... a imprensa não precisa de ser católica para ser séria (6 de Julho).

No dia 8, o jornal A Voz critica esta entrevista falando em tristes sinais dos tempos em Portugal. Bispo do Porto instala-se finalmente no Paço Episcopal do Porto no dia 5 de Julho, tendo como auxiliar D. Alberto Cosme de Amaral e como vigário-geral D. Manuel Martins.

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: