1969
 

Setembro
A revolução na Líbia

 

 

Vietname do Norte: morte de Ho Chi Minh, sucedendo-lhe Ton Duc Thang. Vo Nguyen Giap continua ministro da defesa (3 de Setembro)

Embaixador dos EUA no Brasil, Charles Elbrick, é detido por um grupo de guerrilha urbana (4 de Setembro). Três dias depois é libertado, por troca com quinze presos políticos.

Golpe de Estado na Bolívia leva ao poder o general Ovando Candia (26 de Setembro)

Eleições na RFA; manutenção da CDU-CSU, 46,1%, subida do SPD, 42,7%, descida do FDP, 5,8% (28 de Setembro). Em 05-03-1969, com os votos do SPD e do FDP era eleito um novo Presidente da República Federal da Alemanha, Gustav Heinemann. Depois, nas eleições de 28-09-1969, apesar dos democratas-cristãos terem conservado posições (46,1%), deu-se uma subida do SPD (42,7%) e uma descida do FDP (5,8%).  O que vem permitir a constituição de uma nova coligação governamental entre o SPD e o FDP, tendo como chanceler Willy Brandt, cujo governo toma posse em 21-10-1969.

Insurreição na Líbia derruba a monarquia, instalando um conselho da revolução, liderado por Khaddafi (1 de Setembro)

Termina o conflito sino-soviético; encontro de Chu En Lai e Kossyguine no aeroporto de Pequim (11 de Setembro)

Cimeira franco-alemã em Bona entre Pompidou e Kiesinger (8-9 de Setembro)

CEE: reunião dos ministros dos estrangeiros dos Seis (15 de Setembro)

As fronteiras do marcelismo – Em 28 de Setembro começa a campanha eleitoral com três listas da oposição: comunistas e aliados na CDE; socialistas na CEUD e monárquicos na CEM. A UN renova dois terços das listas. Regressam marcelistas de 1961, como Camilo de Mendonça e Manuel José Homem de Melo. Quatro candidatos do Porto apresentam manifesto autónomo (Francisco Sá Carneiro, Joaquim Macedo, Joaquim Pinto Machado e José da Silva). O contacto entre Melo e Castro, então apoiado pelo jovem Basílio Horta, e estes candidatos é feito através de Mário Pinto que, então, vive no Porto, onde também será o principal coordenador da SEDES.

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: