1991
 

Dezembro
A foice e o martelo fora do Kremlin e acordo em Maastricht

 

 

Começo do Conselho de Cooperação Norte-Atlântico, onde os 16 membros da NATO se juntam a 9 Estados da Europa central e oriental; em Março de 1992 passam a 36 membros (20 de Dezembro)

Alemanha reconhece unilateralmente a Eslovénia e a Croácia (23 de Dezembro)

Li Peng* visita a União Indiana (11-16 de Dezembro)

Governo de Jan Olsewski na Polónia (9 de Dezembro)

Referendo sobre a independência na Ucrânia (1 de Dezembro)

Cazaquistão proclama a independência (16 de Dezembro)

Reunião em Alma Ata de todas as repúblicas da URSS, à excepção da Geórgia, donde resulta a CEI (21 de Dezembro)

Demissão de Gorbatchev; arreada bandeira vermelha do Kremlin (25 de Dezembro)

Pelo Acordo de Minsk, Rússia, Bielo-Rússia e Ucrânia concordam em substituir a URSS por uma Comunidade de Estados Independentes (8 de Dezembro)

 

Conselho Europeu de Maastricht chega a acordo sobre o projecto de Tratado da União Europeia. Reino Unido recusa o capítulo social (10 de Dezembro) O Conselho Europeu, reunido em Maastricht, Países Baixos, (9 e 10 de Dezembro de 1991)

Assinatura dos acordos europeus da CE com os países do grupo de Visegrado,a Polónia, a Hungria e a Checoslováquia (16 de Dezembro)

 

Misterioso naufrágio – Navio de pesca Bolama, com 28 pessoas a bordo, afunda-se ao largo do cabo Espichel. O acidente está rodeado de mistério, dado que a embarcação tinha sido pouco antes reparada e pertencia a uma companhia mista, luso-guineense (4 de Dezembro).

Não é apenas o Bolama que se afunda, mas sim uma eventual rede de cumplicidades e acasos que, a coberto do Estado, não deixa que se saiba quem efectivamente manda neste reino de pretensos sucessos, onde continua a ter razão quem apenas vence

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: