1991
 

Junho
Independências da Croácia e Eslovénia

 

Assinado acordo para a constituição de uma União das Repúblicas Soviéticas Soberanas entre a Rússia, a Ucrânia, o Azerbaijão, Cazaquistão, Uzbequistão, Quirguisistão, Turcomenistão e Tadjiquistão (1 de Junho)

Boris Ieltsine eleito em sufrágio universal Presidente da Federação Russa (57,3% dos votos); Ryjkov (17%), Makachov (3,8%), Bakatime (3,4%), Jirinovski (7,8%), Tuleev (7%); por referendo, Leninegrado volta a designar-se S.Petersburgo (12 de Junho)

Croácia e Eslovénia proclamam a independência (25 de Junho)

Dissolução do COMECON (28 de Junho)

Abertura, em Berlim, Alemanha, da primeira sessão do Conselho da Conferência sobre Segurança e Cooperação na Europa (CSCE) (19 de Junho de 1991

O Conselho Europeu, reunido no Luxemburgo, Grão-Ducado do Luxemburgo, confirma a necessidade de conduzir em paralelo os trabalhos das duas Conferências Intergovernamentais, uma consagrada à União Económica e Monetária e a outra a aspectos da união política, com base no projecto de tratado elaborado pela Presidência (28 e 29 de Junho de 1991)

Mitterrand reúne em Praga com intelectuais europeus defendendo uma Confederação europeia com a URSS; Havel diz-lhe que esta não pode ser feita sem os EUA e o Canadá (Junho)

 

 

Guerrilhas institucionais – Mário Soares começa a tecer duras críticas ao governo de Cavaco Silva. Tudo se desencadeia com uma mensagem dura sobre a política de comunicação social em 6 de Junho. Cavaco há-de declarar que sem um governo de maioria voltamos às guerrilhas institucionais. Na altura, há uma tensão concorrencial sobre a atribuição de canais privados de televisão, com os privados Pinto Balsemão e Daniel Proença de Carvalho em tensão com as pretensões de certos sectores da Igreja Católica.

Pedro Canavarro, presidente do PRD, na V Convenção do partido, rejeitando a respectiva extinção (2 de Junho).

A política dos melhoramentos materiais – Inaugurada a ponte ferroviária sobre o rio Douro no Porto, a chamada ponte de S. João, visando substituir a centenária ponte Maria Pia, construída por Eiffel. O arquitecto da nova estrutura é Edgar Cardoso, que esteve também na base do projecto da ponte da Arrábida, inaugurada em1963 (24 de Junho).

Ver síntese do ano

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro
    Portugal

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: