Bidault, Georges
1899-1983

 

 

 

Democrata-cristão francês, professor de história. Começa por ser um dos fundadores do periódico democrata-cristão L’Aube, celebrizado pelos ataques feitos à extrema-direita. Membro da Resistência e colaborador do Combat, é eleito em 1943 presidente do Conselho Nacional da Resistência, depois da prisão de Jean Moulin. Presidente do Conselho de ministros e ministro dos negócios estrangeiros francês durante a IV República.

Partidário da manutenção do império colonial francês, assume-se contra o que considera a política de abandono  de Mendés-France, vai, depois, opor-se activamente a De Gaulle, na questão argelina, ligando-se à OAS e à respectiva actividade conspirativa, que lidera a partir de 1962. Exilado, regressa a França apenas em1968, depois de amnistiado. Ainda funda nesse ano de 1968 o Movimento Justiça e Liberdade, donde se retira em 1972, quando verifica que o mesmo é dominado pelos neofascistas.

 

Voltar início

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 19-03-2009