à Santa Liberdade do José Adelino Maltez e a minha pena de ver parado o melhor instrumento de trabalho cronológico online sobre o pensamento político contemporâneo existente em Portugal .