Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

||Home

ANO:1853


SUMÁRIO:
Destaques Cronologia Acontecimentos Bibliografia Personalidades Livros do Ano Falecimentos e Nascimentos

I – DESTAQUES

PORTUGALMUNDO

Política

· Morte de D. Maria II; D. Fenando regente (Novembro)

· Surto de Colera morbus

·

· Início da Guerra da Crimeia

· Russos e americanos intervêm no Japão

·

Ideias

· Marreca Apresenta à Academia das Ciências um Parecer e memória sobre um projecto de estadística

· Herculano Funda O País e inspira O Português. Nas páginas de O Portuguez lança as bases da oposição histórica ao modelo governativo de Fontes Pereira de Melo e Rodrigo da Fonseca, defendendo que o país seja governado pelo País, é a nossa divisa. Para tanto, defende que a vida política seja levada a todas as extremidades do corpo da nação. Queremos que a vida local seja uma realidade, para que o Governo central possa representar o pensamento do País. Detestamos todas as tiranias, seja qual for o nome com que se disfarcem, seja a tirania dos reis contra os povos, dos privilegiados contra a plebe, da capital contra as províncias, de uma facção contra o País, ou de uma oligarquia de especuladores políticos contra a totalidade dos cidadãos (Maio)

· Por Carta de Lei de 13 de Agosto de 1853 surgiu uma cadeira autónoma de Direito Administrativo Português e Princípios de Administração separada do Direito Criminal, ao mesmo tempo que se instituía um Curso Administrativo, de três anos, anexo à Faculdade de Direito, em substituição de uma anterior ideia, aventada pelo Conselho Superior de Instrução Pública, em 1845, que visava a instituição de uma Faculdade de Ciências Económicas e Administrativas. (Agosto)

· Realpolitik Começou a utilizar-se a expressão para a qualificação da política de Bismarck, sendo até sinónima, na altura, de Interessenpolitik. Uma visão cínica que não admite o altruísmo nem a justiça, proclamando que não há moral em matérias de relações internacionais, dado que cada Estado apenas prossegue os seus interesses. Contudo, o termo foi inventado por Ludwig von Rochau em 1853, visando qualificar criticamente a atitude dos liberais alemães nos anos revolucionários de 1848-1849. Na acepção bismarckiana, o realismo político pretende assumir-se contra o ...

· Papa coloca no Index as obras galicanas. Monsenhor Dupanloup e cerca de sessenta bispos não subscrevem no Concílio do Vaticano I o dogma da infalibilidade papal.

 

II – CRONOLOGIA

NACIONAL

· Janeiro

2 Discurso da Coroa. Assume-se em oposição o deputado Basílio Alberto de Sousa Pinto. Critica os actos ditatoriais do governo que não tem maioria clara na Câmara dos Pares.

 

· Março

23 Medidas de fomento florestal. Distribuição gratuita de sementes de pinheiros. Fomento da cultura da amoreira. Responsabilização das câmaras municipais pelos projectos de povoamento florestal. Em 26 de Novembro será nomeada uma comissão para a redacção de um Código Florestal, integrando Rodrigo Morais Soares.

· Maio

- Conflito com o Papa. Considera-se que um breve pontifical afecta o nosso Padroado no Oriente.

- D. Pedro V, acompanhado pelo visconde de Carreira parte para uma viagem à Europa. Recebe Napoleão III em Bolonha em maio de 1854.

· Agosto

12 As cortes são adiadas por 125 dias até 15 de Dezembro de 1853.

· Outubro

- Colera morbus. Epidemia desencadeada a partir de 1853 em Portugal. O primeiro caso surgiu em Valença, neste mês, e os primeiros focos instalam-se em Maio de 1854. A epidemia recrudesce em Outubro de 1855. De Abril a Junho de 1856, a epidemia assola Lisboa, sendo apenas extinta em Novembro. Morrem, na capital, durante esse ano, 3 275 pessoas.

· Novembro

15 Morte de D. Maria II. Tinha, então 34 anos. D. Fernando jurado regente no dia 19 de Novembro.

· Ainda em 1853...

- Herculano é eleito presidente da câmara municipal de Belém pela oposição histórica.

- Maçonaria: Coutinho, José Joaquim de Almeida Moura (1801-1861) Grão-mestre do Grande Oriente de Portugal de 1853 a 1861. Dias, Miguel António (1805-1878), Grão-mestre da Maçonaria Eclética Portuguesa de 1853 a 1860.

- Utilização dos selos postais portugueses

- Primeiros trabalhos para o assentamento das linhas de caminhos de ferro

- Oliveira Marreca apresenta na Academia das Ciências um projecto sobre estatística

- Surge o Jornal do Commercio

- Garrett publica Folhas Caídas

- Surge o quarto volume da História de Portugal de Alexandre Herculano

INTERNACIONAL

· Começa a Guerra da Crimeia que durará até 1856

- Começa o fabrico em série de relógios

- Surgem os primeiros cabos submarinos no Mar do Norte.

- Russos e americanos intervêm no Japaão.

- Mommsen edita História de Roma

- Rapsódia Húngara de List.

·

·

III - ACONTECIMENTOS DO ANO

IV – BIBLIOGRAFIA

AUTORES

OBRAS

BUCKHART, Jakob Christoph (1818-1897)

Die Zeit Konstantins des Grossen, 1853.

CALHOUN

A Disquisition on Government

GOBINEAU

Essai sur l'Inegalité des Races Humaines

JORDãO, Levy Maria

História da Filosofia do Direito em Portugal

LIEBER, Franz

On Civil Liberty and Self Government

PROUDHON

La Philosophie du Progrès

RIVARA, Cunha

Apontamentos sobre os Oradores Parlamentares Portugueses de 1853

SPENCER, Herbert

Over-Legislation

V - PERSONALIDADES DO ANO

Franz Lieber (1800-1872), autor de um Manual of Political Ethics, surgido em 1838-1839, bastante conhecido a partir da publicação da obra Civil Liberty and Self Government de 1853. Lieber, que também publicou Fragments of Political Science on Nationalism and Internationalism [1868], era adepto do organicismo intervencionista e anti-individualista, defendendo um conceito de soberania una e indivisível, totalmente contrário ao modelo da divisibilidade dos federalistas norte-americanos, sendo também seguido por autores como A. Browson, Constitutional Government, 1842, e E. Mulford, The Nation, 1870.

Dias, Miguel António (1805-1878) Exílio desde 1828. Médico por Lovaina, desde 1833. Participa na Patuleia. Grão-mestre da Maçonaria Eclética Portuguesa de 1853 a 1860. Autor de

· Memorias em defeza da maçonaria por um maçon portuguez fiel ao rei e à patria, Lisboa, 1861

· História da Franc-maçonaria ou dos Pedreiros Livres, Lisboa, 1843

Rivara, Joaquim Heliodoro da Cunha (1809-1879). Médico e professor de filosofia no liceu de évora. Deputado em 1853. Secretário-geral do governo do Estado da índia desde 1855 a 1877, onde funda o Instituto Vasco da Gama. Historiador do padroado português do Oriente e estudioso do concani. Publica no ano de 1853: Apontamentos sobre os Oradores Parlamentares Portugueses de 1853. Outra obra do autor é Memoria sobre a insufficiencia do Ensino da Philosophia Racional pelo methodo ordenado no decreto de 17 de Novembro de 1836.

Gobineau, Joseph Arthur, conde de 1816-1882 Aristocrata francês, diplomata. Chega a ser chefe de gabinete de Tocqueville em 1849, quando este assume as funções de ministro dos estrangeiros francês. Defende que a raça branca e, dentro desta, a raça ariana, devem ser as raças dominadoras, por serem as raças superiores. Critica particularmente os mestiços considerando que os mesmos se tornam estéreis nas gerações seguintes. Teme o desaparecimento da raça branca da face do mundo, considerando que a percentagem de sangue ariano que resta é o único sustento do edifício da nossa sociedade que corre o risco de caminhar para os extremos da absorção. Defende a existência de três raças puras, a branca, a negra e a amarela, descendentes, respectivamente, de Japhet, Caim e Set. A obra foi traduzida nos Estados Unidos da América, servindo para defender a inferioridade da raça negra. Contudo, não se mostra anti-semita defendendo a superioridade da raça judaica. Começa a publicar no ano de 1853 e até 1855: Essai sur l’Inegalité des Races Humaines, Publicado entre 1853 e 1855.

VI - LIVROS DO ANO

VII - FALECIMENTOS E NASCIMENTOS

FALECIMENTOS

NASCIMENTOS

BALBO, Cesare (1789-1853)

DONOSO-CORTéS, Juan F. M., Marquês de Valdegamas (1809-1853)

LOUREIRO, João Bernardo da Rocha (1778-1853)

D. MARIA II 1819-1853

MENDIZáBAL, Juan álvarez (1790-1853)

KORKUNOV, N. M. (1853-1902)

D. MIGUEL II (1853-1927)

SOLOVIEV, Vladimir (1853-1900)

WALLAS, Graham (1853-1932)


Image
© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 08-04-2009 © José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 08-04-2009