Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

||Home

ANO:1893


SUMÁRIO:
Destaques Cronologia Acontecimentos Bibliografia Personalidades Livros do Ano Falecimentos e Nascimentos

I – DESTAQUES

PORTUGALMUNDO

Política

· Governo de Hintze Ribeiro (Fevereiro)

· Inauguração do cabo submarino para os açores (Agosto)

·

· Formação do Independent Labour Party

·

·

Ideias

·

·

·

·

 

II – CRONOLOGIA

NACIONAL

· Janeiro

14 Morte de José Falcão e de Rosa Araújo

16 Propostas financeiras apresentadas na Câmara dos Deputados

20 Falta de quorum na Câmara dos Deputados

21 Ataque dos regeneradores ao governo

· Fevereiro

6 Discurso de Oliveira Martins na Câmara dos Deputados contra Dias Ferreira

12 Governo de Hintze Ribeiro. O rei começou por chamar o chefe dos regeneradores, António Serpa, mas este não pôde aceitar por ser administrador da companhia dos Caminhos de Ferro do Norte e Leste. Entretanto, outro dos chefes dos regeneradores, Júlio de Vilhena, considerando que Serpa fora desprestigiado, também recusou fazer parte do gabinete.

25 Adiadas as Cortes até 15 de Maio

- No mesmo dia, Morte do chefe legitimista Carlos Zeferino Pinto Coelho

27 Comício operário em Lisboa presidido por Azedo Gneco

- Ainda nesta data, Amnistiados vários crimes de incidência política. Abrangidos João Chagas, Alves da Veiga e Sampaio Bruno

· Março

27 Tratado entre Portugal e Espanha.

· Maio

1 Manifestação socialista. Romagem ao túmulo de José Fontana. Comício no teatro da praça da Alegria.

15 Reabertura das Cortes. Apresentadas as propostas da fazenda pública

- Questão da cultura do tabaco no Douro

· Junho

- Conferência de Badajós dos republicanos ibéricos.

27 Conferência do agrónomo Louis Grandeau na Sociedade de Geografia de Lisboa sobre a cultura do trigo

· Julho

10 Apresentadas propostas de lei sobre os caminhos de ferro e as obras no porto de Lisboa.

15 Discurso parlamentar de Carlos Lobo de ávila sobre a conferência de Badajós

· Agosto

- Pinheiro Chagas é nomeado presidente da Junta do Crédito Público.

- Conflito entre o Governo e a Associação Comercial de Lisboa sobre a contribuição industrial

27 Inaugurado o cabo submarino para os Açores.

30 Reforma da polícia

· Outubro

17 João Franco, em nome da ameaça anarquista, defende meios extraordinários de governo.

· Dezembro

9 Deu-se a dissolução parlamentar. Convocadas as eleições para 5 de Março

17 Reunião dos progressistas com o apoio de João Crisóstomo.

20 Hintze substitui Augusto Maria Fuschini na fazenda. Frederico de Gusmão Correia Arouca substitui Hintze nos estrangeiros. Carlos Lobo de ávila nas obras públicas.

- Emídio Navarro em Paris intrigou com Lobo de ávila para a substituição de Bernardino Machado e Augusto Fuschini.

 

· Ainda em 1893...

INTERNACIONAL

·

· Ainda em 1893...

- Formação do Independent Labour Party, liderado por Keir Hardie

- Fundação do Institut International de Sociologie, fundado por Worms

III - ACONTECIMENTOS DO ANO

Sillon, Le (1893) Movimento católico francês fundado por Marc Sangnier. Passa a ter uma pequena revista com o mesmo nome a partir de 1894. Aceita as regras do jogo da III República e multiplica as reuniões públicas, passando a dispor de um serviço de segurança próprio, La Jeune Garde. Criticado por Maurras, não terá a solidariedade do próprio papa Pio X que o condena em 25 de Outubro de 1910, pelo facto de comprometer de facto a Igreja face a uma formação política especial. Tal como a Igreja se distanciara das teses da monarquia de direito divino, critica agora um pretenso democratismo de direito divino. Sangnier aceita o conselho papal e dissolve o movimento.

IV – BIBLIOGRAFIA

AUTORES

OBRAS

ALMEIDA, Fortunato de

A Questão Social, Coimbra, 1893.

AZCáRATE, Gumersindo de

Ensayo sobre la Historia del Derecho de Propriedad y su Estado Actal en Europa, 1879-1893

BOSANQUET

The Civilization of Christendom and Other Studies. London: Swan Sonnenschein, 1893.

CAMELO, A. , ANDRADE, Abel de (coord.)

Apontamentos de Algumas Prelecções do dr. Emygdio Garcia no curso de sciencia política e direito político

DURKHEIM

Division du Travail Social , Paris, Alcan, 1893; (cfr. trad. port., A Divisão Social do Trabalho, 2 vols., Lisboa, Editorial Presença, 1977).

FOUILéE

Psychologie des Idées Forces , Paris, 1893.

GARCIA, Manuel Emygdio

Programa da 4ª cadeira da Faculdade de Direito, Coimbra, Imprensa da Universidade, 1893

GODKIN, Edwin Lawrence

Unforeseen Tendencies of Democracy?, Boston,1893

GOODNOW, Frank J.

Comparative Admnistrative Law, 1893

HUXLEY, Thomas Henry

Ethics and Evolution 1893.

LE PLAY

La Constitution Essentielle de l’Humanité. Exposé des princiepes er des Coutumes qui créent la prosperité ou la souffrance des nations, 1893

LOBO, Costa

Descargo da minha responsabilidade de ministro, Lisboa, Imprensa Nacional, 1893.

MEDEIROS, Tavares de

A Antropologia e o Direito, 1893.

NABUCO, Joaquim

O Abolicionismo,1893.

NOVICON

Conscience et Volonté Sociales,Paris,1893

POSADA, Adolfo

Tratado de Derecho Político , 2 vols., 1893-1894.

PRAçA, Joaquim Lopes

Colecção de Leis e Subsídios para o Estudo do Direito Constitucional Português, Coimbra, Imprensa da Universidade, 1893-1894. Em dois volumes, I- Leis e Subsídios Referentes ao Nosso Velho Regimen Político, 1893 (II- Constituições Políticas de Portugal, 1894).

QUENTAL, Antero de

Ensaio sobre as Bases Filosóficas da Moral ou Filosofia da Liberdade, 1893

RATZENHOFER,Gustav

Wesen und Zweck der Politik,1893

WILSON, Woodrow

An Old Master and Other Essays 1893.

WORMS,

Organisme et societé,Paris,1893

V - PERSONALIDADES DO ANO

Carvalho, Mariano Cirilo de (1836-1905) Formado em farmácia e em matemática, desde 1863, pela Escola Politécnica de Lisboa, foi depois lente de matemática na mesma instituição. Deputado em 1870-1871, 1871-1874; 1875-1878; 1879; 1880-1881; 1882-1884; 1884 e anos seguintes. Começa como reformista. Funda o jornal Diário Popular. Ministro da fazenda no governo de José Luciano, de 20 de Fevereiro de 1886 a 9 de Novembro de 1889. Comissário português à Exposição de Paris de 1890. Presidente da Câmara Municipal de Setúbla. Comissário régio no Banco Nacional Ultramarino. Volta a tais funções na segunda fase do governo de João Crisóstomo, de 25 de Maio de 1891 a 17 de Janeiro de 1892. Era então um brilhante jornalista, ligado à ala radical dos progressistas, grande amigo do prior da Lapa que dizia ter planos financeiros para salvar o Estado. Alia-se então a Lopo Vaz e tem como principal inimigo Oliveira Martins. Depois de tomar posse como ministro, parte imediatamente para o estrangeiro, na busca de um grande empréstimo, dizendo que a situação é um poço sem fundo, para onde me lanço de olhos abertos. Mas a quebra da Bolsa de Paris impede essa concretização. Entretanto, tinha feito uma série de adiantamentos à Companhia Real dos Caminhos de Ferro, ao Banco Lusitano e ao Banco do Povo, sem conhecimento dos restantes membros do governo. Decreta o curso forçado das notas de banco em 9 de Julho de 1891. Entra em conflito com o seu antigo aliado, o ministro do reino Lopo Vaz. Apresenta a demissão em 15 de Janeiro de 1892, declarando: suponho que a minha carreira política está finda. Lopo Vaz, através deste golpe pretendia ser ele a constituir novo governo, tramando José Luciano, o chefe dos progressistas, e António Serpa, o chefe dos regeneradores. Em Janeiro de 1898, à frente do Popular, promove uma campanha de imprensa contra o governo de José Luciano. Eleito deputado independente em 25 de Novembro de 1900, sob o governo regenerador de Hintze. Ver Os Planos Financeiros do Sr. Mariano de Carvalho, Lisboa, edição de Mariano Pina, 1893, bem como Maria da Conceição da Cunha Carvalho, Memórias de Mariano de Carvalho. Contadas por sua Filha, Lisboa, 1946.

Ratzenhofer, Gustav (1842-1904) Marechal austríaco. Um dos mais destacados teóricos da chamada sociologia de luta, marcada pelo darwinismo social. Assume também o naturalismo monista de Haeckel. Um dos críticos da ideia de paz perpétua, aceitando a luta entre raças superiores e raças inferiores e favorecendo a emergência das teses do militarismo e do imperialismo.

· Wesen und Zweck der Politik, 1893

· Sociologische Erkenntniss,1898

· Soziologie Leipzig, 1905

 

Posada, Adolfo (1860-1944) Professor espanhol, marcado pelo krausismo, mas aberto ao positivismo e ao evolucionismo. Considera o Estado como uma sociedade total e política, produto da história, contendo uma ou várias raças e uma ou várias línguas, com uma comunidade de interesses, que se expressa através de uma consciência colectiva.

· Tratado de Derecho Político , 2 vols., 1893-1894.

· Teoria Social e Jurídica del Estado , 1922.

· La Crisis del Constitucionalismo , 1925.

· La Sociedad de las Naciónes y el Derecho Político, Madrid, 1925.

· Hacia un Nuevo Derecho Politico, Madrid, Páez, 1931.

· La Idea Pura de Estado , 1933.

· La Crisis del Estado y del Derecho, 1934.

· Les Fonctions Sociales de l’état, Paris, 1939.

 

Arana Goiri, Sabino de (1865-1903) Jornalista, poeta e linguista, um dos primeiros dos teóricos contemporâneos do nacionalismo basco, em oposição ao espanholismo dos carlistas. O pai, Sebastian Arana tinha sido um combatente carlista. Estuda com os jesuítas e depois direito em Barcelona. A partir de 1892, com a obra Byskaia por su Independencia, começa a adoptar as teses nacionalistas. Antes, em 1886, funda uma editora de temas bascos Bizkaya’ren Edestija to Izkera Pizkundia (Renascimento da História e da Língua da Biscaia). Em 1894 funda a sociedade Euzkeldun Batzokija, já claramente defensora do nacionalismo político. Preso em 1895-1896. Escreve então El Partido Carlista y los Fueros Vasco-Nabarros. Deputado em 1898. Em 1899 edita o jornal El Correo Vasco. Funda o Partido Nacionalista Basco em torno de programa nacionalista e social-cristão. Defende uma perspectiva zoologista de nação: a essência da nação é a raça, o sangue ... o modo de ser de cada raça exige para o seu desenvolvimento absoluta liberdade. Em 1893, por impulso de Sabino Arana, institui-se o movimento separatista Euzkeldun Batzokija que, no ano seguinte, se transforma no partido nacionalista basco, Bizcai-Buru-Batzar. Os romanos chamavam-lhe os vascones, donde veio o nome castelhano de Vascongadas.

 

Almeida, Fortunato de (1869-1933) Formado em direito. Historiador. Professor de liceu

· A Questão Social, Coimbra, 1893.

· Subsídios para a História Económica de Portugal, Porto, 1920.

· História da Igreja em Portugal, Em seis volumes, 1910-1922.

· História de Portugal, Em seis volumes, 1922-1929.

VI - LIVROS DO ANO

De la Division du Travail Social (1893) Para émile Durkheim a divisão do trabalho consiste na repartição funcional capaz de assegurar a integração social e a solidariedade. é um princípio de evolução das comunidades humans tendo em vista a diferenciação das funções sociais que resulta da densidade material e moral da sociedade. Haveria uma divisão de trabalho orgânica capaz de gerar a solidariedade, diversa da divisão de trabalho mecânica, imposta de cima para baixo. A perspectiva está na base do estrutural-funcionalismo de Parsons. Saliente-se que, enquanto os contra-revolucionários Bonald (1754-1840) e Joseph Maistre (1753-1821) adoptavam um organicismo tradicionalista que exigia a identidade entre o órgão e a função, em nome do princípio da divisão do trabalho, Durkheim, pelo contrário, considera que as estruturas da sociedade podem mudar de função e que uma dinâmica divisão do trabalho implica o aparecimento de novas estruturas e, consequentemente, de novas formas de poder. Como ele próprio assinala, quanto mais as sociedades se desenvolvem, mais o Estado se desenvolve; as suas funções tornam-se cada vez mais numerosas, penetram, além disso, todas as outras funções sociais que o mesmo concentra e unifica por isso mesmo. Os progressos da centralização são paralelos aos da civilização () Assim, refere que o Estado estende progressivamente sobre toda a superfície do território, uma rede cada vez mais apertada e complexa de ramificações que se substituem aos órgãos locais pré-existentes ou os assimilam.

VII - FALECIMENTOS E NASCIMENTOS

FALECIMENTOS

Araújo, José Gregório Rosa (1840-1893)

Falcão, José Joaquim Pereira (1841-1893).

Taine, Hippolyte Adolphe (1823-1893)

NASCIMENTOS

ACHESON, Dean Gooderham (1893-1971)

ALVES, Paulo Durão (1893- 1977)

ATHAYDE, Tristão d' ou AMOROSO LIMA, Alceu (1893-1983)

SABUGOSA, 3º marquês de ou António Maria da Silva César e Meneses (1825-1893).

COLAçO, João Maria Telo De Magalhães (1893-1931)

FRANçA, Leonel (1893-1948)

GUEDES, Francisco José Nobre (1893-1969)

LASKI, Harold J. (1893-1950)

MANNHEIM, Karl (1893-1947)

NEGREIROS, José de Almada (1893-1970)

ROCHELLE, Pierre Drieu La (1893-1946)

ROSENBERG, Alfred (1893-1946)

SANCHéZ ALBORNOZ, Claudio (1893-1984)

SANDINO, César Augusto (1893-1934)

ZEDONG, Mao (1893 - 1976)


Image
© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 01-05-2009 © José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 01-05-2009