|| Governos|| Grupos|| Eleições|| Regimes|| Anuário|| Classe Política

  Anuário de 1882

1882

 

Centenário do marquês de Pombal e anticlericlismos

Entre a inauguração da Estação do Rossio e o surgimento d' O Povo de Aveiro

Arquivo antigo do anuário CEPP

Centenário do Marquês de Pombal, com forte movimentação republicana. Reis de Espanha visita Lisboa.

Cisão do GOL, com a constituição de uamobediência autónoma, dirigida por José Dias Ferreira, até 1884.

Fundada a União Católica Portuguesa, com apoio dos miguelistas.

Nas eleições suplementares de Novembro de 1882, o republicano Manuel Arriaga é eleito pelo Funchal. Bernardino Machado aparece como deputado regenerador, por Lamego.

Visita Lisboa o rei de Espanha, Alfonso XII, acompanhado pela esposa, D. Maria Cristina (12 de Janeiro).

 

Comemorações do centenário do Marquês de Pombal (8 de Maio). Inaugurada a primeira pedra da estátua que se há-de erigir na Rotunda. Preside à comissão Rodrigues Sampaio. Grande manifestação republicana. O pretexto serve para os republicanos desencadearem uma campanha anti-jesuítica (volta, marquês, que eles já cá estão outra vez...), tratando de retirar ao situacionismo monárquico as principais bandeiras liberais. Há também uma ofensiva anti-pombalista, com o jornal católico A Palavra, enquanto Camilo Castelo Branco edita um livro-panfleto contra o novo ídolo dos maçons, O Perfil do Marquês de Pombal.

Manuel Arriaga – Nas eleições suplementares de Novembro, o republicano Manuel Arriaga é eleito pelo Funchal. Bernardino Luís Machado Guimarães (1851-1944) aparece como deputado regenerador, por Lamego.