Alpoim Cerqueira Borges Cabral, José Maria de (1858-1916).

 

 

 Formado em direito em 1878. Progressista. Administrador de Mesão Frio e Lamego. Começou como adepto de Mariano de Carvalho e passa, depois, a delfim de José Luciano. Ministro da justiça de José Luciano de 18 de Agosto de 1898 a 26 de Junho de 1900. Ministro da justiça de José Luciano, entre 20 de Outubro de 1904 e 11 de Maio de 1905.

 

Tinha como rival, para a direcção dos progressistas, Francisco da Veiga Beirão.Desencadeia a dissidência progressista. Exilado em Salamanca depois de 28 de Janeiro de 1908. Adere à República. Passa de Procurador Geral da Coroa a adjunto do procurador geral da República. Termina a vida profissional como delegado do governo na Companhia do Niassa. Confessou a António Cabral: eu quero e desejo o poder pelo poder; nada mais. In Cinzas, p. 351.

                   

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 30-04-2007