Carvalho, Augusto Saraiva de (1839-1882).

 

Advogado. Parlamentar. Reformista. Ramalho Ortigão chama-lhe pimpolho ilustre e rebento florescente da janeirinha.

Em 1864 é um dos fundadores, no Pátio do Salema, do Clube dos Lunáticos com José Elias Garcia  e Latino Coelho.

Ministro da justiça do governo de Ávila, desde 29 de Outubro de 1870 a  30 de Janeiro de 1871. Sai, então do governo, juntamente com Alves Martins, quando os deputados reformistas liderados por Latino Coelho, lançam um ataque ao governo. Com efeito, Saraiva de Carvalho levou ao rei, sem passar por Ávila, a nomeação do bispo do Algarve, D. Inácio do Nascimento Morais Cardoso, considerado liberal, capelão de D. Pedro V, em vez da do arcebispo de Goa, D. João Crisóstomo de Amorim Pessoa, apoiado por Ávila, acusado de congreganismo romano e ultramontanismo.

Ministro das obras públicas, comércio e indústria do governo de Braamcamp ( de 1 de Junho de 1879 a 25 de Março de 1881).

  Portal do Ministério das Finanças

                   

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 27-04-2007