Guerreiro, José António (1789-1834)

Deputado vintista e ministro da justiça, fiel ao modelo da Carta Constitucional, chega a membro da regência dos Açores.

·Jurista. Formado em cânones em 1816. Advogado. Deputado em 1821.

·Ministro da justiça de 27 de Maio a 2 de Junho de 1823, durante a vilafrancada, quando alinha com os constitucionais vintistas, apoiando D. João VI.

·Ministro da justiça do governo da regência de D. Isabel Maria, entre 15 de Agosto e 13 de Outubro de 1826, onde foi substituído por Gouveia Durão.

·Chega à Terceira em 15 de Março de 1829.

·Faz parte da regência colectiva estabelecida por D. Pedro em 15 de Junho de 1829.

 

Manifesto dos direitos de Sua Magestade Fidelissima a srª D. Maria II, e exposição da questão portugueza

Londres, 1829. Com Palmela

                   

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: