Matias, Marcello Gonçalves Nunes Duarte. (n. 1903)

Ministro dos negócios estrangeiros de Salazar de 14 de Agosto de 1958 a 4 de Maio de 1961, sucedendo a Paulo Cunha. Licenciado em direito, começa como delegado do procurador da república e conservador do registo civil. Entra na carreira diplomática em 1930. Participa na elaboração do Pacto Ibérico em 1939. No ano seguinte chefia a delegação que assina a Concordata e o Acordo Missionário. É secretário-geral interno do ministério em 1945, depois da morte de Teixeira sampaio. Embaixador em Paris de 1948 a 1958 e, depois, de 1961 a 1971, sendo um confesso admirador de De Gaulle. Administrador da Diamang.

                   

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: