Governo nº 103 de Marcello Caetano (2038 dias, desde 27 de Setembro). Renovação na continuidade. Ficam dez ministros do último governo de Salazar. Entre os novos titulares: Alfredo de Queirós Ribeiro Vaz Pinto (1905-1976), como ministro de Estado; Horácio Sá Viana Rebelo (1910-1995), na defesa e Rui Sanches, nas obras públicas. Marcello considerando-se um homem comum, que vem depois de um homem de génio, salienta ter à sua frente ciclópicas tarefas, que, aliás, acaba por não conseguir vencer.

 

  Governo anterior

Governo posterior  

 

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 31-03-2009